Traduza este blog

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“Eis que Deus é a minha salvação; nele confiarei, e não temerei, porque o SENHOR DEUS é a minha força e o meu cântico, e se tornou a minha salvação. E vós com alegria tirareis águas das fontes da salvação.” (Isaías 12:2-3)


Amado(a),
É Deus quem nos livra do perigo e da ruína, Ele nos dá a chance de sermos melhores a cada dia e de vencermos todas as nossas dificuldades, Ele nos garante a vida eterna em um lugar abençoado e cheio de paz (para quem invoca Jesus em sua vida). Nele devemos depositar toda a nossa confiança ainda que os dias não sejam amenos e ainda que homens se levantem contra nós. Jesus nos guarda e nos livra todos os dias, cuidando de nós quando estamos descansados ou aflitos. Quantos livramentos Deus já lhe proporcionou sem que você sequer tenha percebido? É Deus que te concede força no dia cansativo e é Ele quem lhe faz cantar no dia difícil. O que pode fazer o homem contra a sua vida se o Deus Todo Poderoso determinou a bênção sobre você? Aprenda a viver sem murmurar e queixar-se das dificuldades, não reclame dos problemas e pare de se irritar com as coisas que se opõe a sua vida. Não deixe coisas pequenas tirarem sua paz. Busque força e resposta no Senhor e a alegria Dele inundará seu coração te fazendo fonte de água viva, manancial do Senhor no deserto a sua volta.
Seja fonte de salvação, seja fonte de benção, seja o testemunho vivo de Jesus na terra.
Deus lhe abençoe!

“Tira de sobre mim o opróbrio e o desprezo, pois guardei os teus testemunhos” (Salmos 119:22)




Amado (a), o salmista pede ao Senhor que lhe tire a desonra e o desprezo que lhe tem vitimado, argumentando com Deus que tem guardado a Sua Lei. Quantas vezes também temos essa mesma súplica ao Senhor porque sofremos o desprezo ou a desonra? Quantas vezes nos sentimos afrontados e injuriados até mesmo por aquelas pessoas a quem devotamos amizade? Sabemos que Deus é nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia e que podemos recorrer a esse Pai misericordioso. Mas podemos afirmar como o salmista: guardei a os Teus testemunhos? Antes de clamarmos a Deus que venha em nosso socorro, que não nos deixe em desonra, ou vitimados pelo desprezo, precisamos consultar nossa consciência e nos certificar de que estamos limpos para solicitar ao Senhor, cientes de que a Sua palavra tem sido a nossa regra de fé e conduta. Guardar os testemunhos é condição para termos carta para clamar diante de Deus.

Graça e Paz!

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem.” (Mateus 7:6)


Amado(a),
Quantas vezes em nossas vidas não entregamos nas mãos do inimigo os nossos tesouros? Sonhamos com algo, dividimos nossos planos com pessoas que mal conhecemos, falamos das nossas coisas para pessoas que muitas vezes não tem boa índole ou um bom caráter e não temos sabedoria no falar. Quantas vezes não damos aos outros as coisas santas, separadas, que pertencem a Deus e não a homens. Aquilo que é santo é separado para Deus, portanto pertence a Ele. Dentre estas coisas estão nosso tempo, nossa vida, nossa boca, nosso andar, nosso agir e todo o nosso ser. Não podemos entregar isso ao inimigo. Quando entregamos nossos tesouros, nossas pérolas, nossas coisas santas, damos a oportunidade para que sejamos pisados e despedaçados. Quantas vezes nos encontramos assim? Vemos nossos projetos serem roubados, nossos sonhos dizimados, nosso tempo gasto naquilo que acaba com nossa saúde e nossa paz. Cuidado, seja zeloso com tudo que Deus lhe dá, peça a Ele sabedoria para administrar seus bens, seu tempo, seus relacionamentos e sua vida. Ele saberá lhe conduzir ao caminho certo onde cada coisa ficará em seu lugar e você não entregará nas mãos do bandido o que Deus tem preparado para você.

Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação



“Tu estás perto, ó SENHOR, e todos os teus mandamentos são a verdade.”(Salmos 119: 151)


Amado (a), sim! Deus está sempre perto daqueles que têm os olhos voltados para Ele, ainda que tudo pareça dizer o contrário. Nos momentos de luta, de angústia, de dores e privações o Senhor não abandona os Seus. Muitas vezes parece que está distante, que não ouve o nosso clamor, que não se compadece de nossa dor. Mas é justamente nesses momentos, quando nossos olhos estão vendados, inundados pelas lágrimas, ou anuviados com as armadilhas do mundo é que o Altíssimo mais está presente. Seus mandamentos são a verdade, afirma o salmista e neles não há contradições. Portanto, se Deus afirmou que somos mais do que vitoriosos Nele, não devemos temer o diz o inimigo. Podemos TUDO e isso significa vencer os obstáculos que nos circundam, vencer o medo que nos rodeia. Vencer, sobretudo, as nossas fraquezas e teimosia em olhar para alto e prosseguir para o alvo. Deus está perto e nós somos vitoriosos em Cristo que nos redimiu de toda a culpa e de todo o pecado. Nossa tarefa é confiar e buscar a santificação, certos de que Jesus já venceu nossas batalhas e que está de braços abertos, não mais pregados na cruz, mas para nos receber e nos abençoar com todo o Seu infinito amor.
Graça e Paz!

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

“E disse-lhes: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado.” (Marcos 2:27)




Amado(a),
Todas as coisas que Deus fez e faz são por nossa causa. Não fomos criados para as coisas, mas elas foram criadas para nós. Isso quer dizer que não podemos ficar escravos de nada. Fomos feitos para comandar as situações e não para nos deixar comandar por elas. Quando somos comprados pelo sangue de Jesus passamos a ser livres. Ele nos deu a carta de alforria para ser usada para o nosso bem. Fomos chamados para a liberdade e devemos usá-la com gratidão a Deus e atitudes corretas. Se o Senhor nos libertar, verdadeiramente seremos livres. Assim, quer seja o sábado, ou um carro, emprego ou qualquer outra coisa ou situação, devemos lembrar que o mundo foi criado por nossa causa.
Liberte-se da amarras que já forma quebradas por Jesus e seja amigo de Deus e não escravo do diabo.
Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação


“Aflição e angústia se apoderam de mim; contudo os teus mandamentos são o meu prazer.”(Salmos 119: 143)

Amado (a), quando o salmista escreveu: “Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos” (Salmo 119:71) ele estava nos mostrando que nesses momentos ficamos mais sensíveis á voz de Deus e deixamos de lado nosso ego. A palavra aflição em hebraico significa: “abatido, perturbado, diminuído, corrigido, desonrado, ofendido, humilhado, enfraquecido, rebaixado.” Quando nos sentimos é que damos ouvidos aos decretos do Senhor. Quando a aflição e a angústia se apoderam de nós, quando passamos por dificuldades, sentimos a força de Deus, pois é neste processo que Ele entalha Suas leis e Seus caminhos no nosso coração.
O salmista declara que apesar de todas as lutas e aflições ele tem prazer em seguir os mandamentos do Senhor. E essa deve ser a nossa constatação também. Se o Senhor permite que as lutas nos sobrevenham, Ele as usa para nos testar e para nos ensinar a andar em justiça diante dEle. A Bíblia nos diz: “Muitas são as aflições do justo...” (Salmo 34:19). E, segundo o salmista, o objetivo de todas as nossas aflições é que aprendamos com elas.
Amado(a), não importa o tipo de problema que você tenha, é preciso que saiba que não dá para você destrinçar a coisa, com a própria força.
Devemos confiar e esperar no Senhor! As aflições nos ensinam a dobrar os joelhos para clamar ao Senhor em todos nossos problemas e dificuldades, como mostra o salmista nos salmos Salmo 77:2 “No dia da minha angústia, procuro o Senhor...” e Salmo 119:67 “Antes de ser afligido, andava errado, mas agora guardo a tua palavra”. Quando estamos em aflição, buscamos a Deus e Ele nos responde. Mas é preciso que aprendamos a ouvi-Lo e a obedecê-Lo também nos momentos de alegria, pois o Senhor se alegra com isso, tanto quanto sofre quando nós sofremos! Ele sente a aflição conosco
O propósito de Deus é nos refinar. É nos transformar em jóias preciosas para adornar Sua cidade santa que desce dos céus. Por isso devemos aprender com as aflições e nos alegrar com Seus mandamentos.

Graça e Paz!

domingo, 27 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé



“Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre os gentios; serei exaltado sobre a terra.” (Salmos 46:10)


Amado(a),
Deus derruba a árvore alta e exalta a árvore baixa, tira reis e estabelece reinos. É ele quem nos exalta entre os gentios e sobre a face da terra. Então não adianta você ficar desesperado tentando resolver os problemas da sua vida ou as coisas que lhe entristecem. Nossa força, nosso braço, nossas armas não são carnais, mas são poderosas em guerra. Nossa armadura é espiritual, temos a espada do espírito, o capacete da salvação, a couraça da justiça, o cinturão da verdade, a sandália da preparação do evangelho e o escudo da fé. Nossas palavras não são armas se não forem embasadas na palavra de Deus, nossas ações não são poderosas se não estiverem Nele. A angústia, a falta de fé, a tristeza são flechas demoníacas atiradas sobre nós para que sejamos derrotados. A impulsividade em agir pela própria força é o passo para ser derrotado. Quer vencer esta batalha? Aquiete-se e espere em Deus e você vai ver quem é o Deus todo poderoso ao qual servimos.

Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação



“Bem-aventurado o homem que me dá ouvidos, velando às minhas portas cada dia, esperando às ombreiras da minha entrada.”(Provérbios 8:34)

Amado (a), Salomão nos chama à atenção para a importância de darmos ouvidos á palavra de Deus e de congregarmos com aqueles que têm o mesmo objetivo. Estar ás portas do Senhor é participar como Igreja de tudo que é lícito e edifica. Ele afirma que devemos ouvir a instrução e não a rejeitarmos. Assim seremos sábios, porque o que acha essa sabedoria achará a vida, e alcançará o favor do Senhor. Entretanto, afirma o sábio rei, o que pecar contra Deus violentará a sua própria alma, porque todos os que odeiam o Senhor amam a morte. Quando ouvimos e seguimos o que diz a palavra de Deus, evitamos confrontos, problemas e sofrimentos desnecessários. Aquele que ouve é bem-aventurado e colhe as bênçãos dessa obediência. Aquele que não se afasta da casa de Deus também colhe os benefícios de fazer a vontade do Senhor. E você, tem atentado para esse ensinamento? Tem sido constante no compromisso com a obra de Deus? Tem procurado ler e meditar na palavra de Deus?
Graça e Paz!

sábado, 26 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“O SENHOR é a força do seu povo; também é a força salvadora do seu ungido” (Salmos 28:8)


Amado(a),
Nós não temos força em nós mesmos. Não temos como ser vencedores se não buscarmos em Deus a vitória necessária. Os frutos do espírito só podem ser alcançados Nele, em quem podemos todas as coisas. O domínio próprio so pode ser alcançado se tivermos em nós o santo Espírito de Deus para nos auxiliar. Ele funciona em nós como um alarme que apita quando erramos. Ser paciente, tolerante, perdoar, falar o que deve, ser longânimo, misericordioso são coisas que Deus espera de nós. Não há como mudar o interior se não buscarmos em Jesus as mudanças necessárias. Ele soube como ser humano e ser todas estas coisas. Ele é o nosso mestre e nosso redentor. Não nos deixou sozinhos. Deu-nos de presente a companhia maravilhosa do Espírito de Deus.
Esta passando por lutas no trabalho? As pessoas te perseguem ou te tiram do sério? Você não sabe mais como ser uma pessoa amável e acaba dizendo o que não quer?
Busque em Deus as mudanças pessoas das quais você necessita e então você aprenderá com nosso Pai amado a ser o filho que Ele tanto espera que você seja.
Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação



“Pleiteia a minha causa, e livra-me; vivifica-me segundo a tua palavra.”(Salmos 119: 154)

Amado (a), pleitear, livrar e vivificar são as três ações solicitadas pelo salmista a Deus. Quando ele pede ao Senhor para que lute a sua causa, ele está entregando sua vida e confiando Naquele que pelejará por ele. O livramento, nesse caso, será conseqüência. Mas há que se prestar atenção também que esse pedido está fundamentado na palavra. Nada será feito fora dela, é o que determina a orientação do termo “segundo”. Isso significa que quando pedimos a Deus que lute por nós, que nos livre daquilo que nos incomoda: nossos sofrimentos, nossos inimigos internos ou externos, devemos pedir dentro da orientação de Deus. Ele não lutará por nós em uma causa que não seja a Sua vontade. Ou seja, só devemos pedir aquilo que não fere a Sua Lei. Dentro dessa orientação, certamente, seremos vivificados. Não há luta inglória para o Senhor. Se Nele estivermos firmados, Nele seremos vitoriosos. Isso é promessa. Ainda que possa parecer que a batalha esteja perdida, a estratégia do nosso Deus é poderosa. Se Ele vai à frente, o inimigo recua. Essa é a certeza que temos. Essa é a nossa mais absoluta confiança. Por isso o salmista declara certo de que, qualquer que seja a ação, será vitorioso e vivificado porque à frente está o Senhor dos Exércitos.
Graça e Paz!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“O SENHOR retribua o teu feito; e te seja concedido pleno galardão da parte do SENHOR Deus de Israel, sob cujas asas te vieste abrigar.” (Rute 2:12)


Amado(a),

Existe algo que Deus pode lhe retribuir? Que tipo de ação você tem realizado para o Reino do nosso Pai?
Aquilo que você tem plantado irá gerar bons frutos dignos de galardão? O galardão é um prêmio valioso por bons serviços prestados. E quais são os serviços que você tem prestado ao Reino de Deus? Quantas pessoas aflitas têm vindo a você e você tem socorrido? Quem Quantos irmãos estão em desassossego e você tem ido em busca deles para ajudá-los a sair de seu sofrimento? Você tem sido testemunho vivo da glória de Deus? Em buscado as almas para que sejam salvas? O que sai de tua boca é digno de honra ou desonra? Com que olhos você tem visto as situações e as pessoas?
Seja um servo fiel, cumpra as escrituras que o Senhor nos deixou como Manual de Vida, abrigue-se debaixo das Asas do Nosso Pai, busque Nele refúgio quando estiver precisado e seja obediente. Assim você trará honra sobre a sua cabeça e seu galardão sairá das mãos dos nosso Pai em direção a sua vida para que você seja abençoado e bem sucedido em tudo o que fizer.

Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação


“Todos os teus mandamentos são verdade. Com mentiras me perseguem; ajuda-me.”(Salmos 119: 86)


Amado (a), o salmista constata que a palavra de Deus é pura e verdadeira, no entanto reconhece que, por causa dessa verdade é perseguido. Ele sabe as leis do Senhor são coisas maravilhosas, por isso sua alma as observa. É pelo conhecimento e compreensão dessa palavra que ilumina que ele se sente livre e fortalecido. Todavia carece da misericórdia de Deus porque aqueles que não O temem servem-se da mentira para enfrentar e perseguir os Seus filhos.
Também nós nos sentimos assim diante das afrontas do inimigo e carecemos da ajuda de Deus para nos livrar e firmar nossos passos pela palavra, cobrindo-nos com a proteção para que mal algum mal nos domine!
Como é difícil enfrentar a língua mentirosa e a armadilhas daqueles que nos perseguem para nos tirar dos caminhos do Senhor. Só mesmo Deus em Sua infinita bondade para nos abrigar e nos colocar a salvo da língua fraudulenta.
Os hipócritas são mentirosos. A Bíblia diz em Tiago 3:14 “Mas, se tendes amargo ciúme e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade.” Mas Deus é o nosso refúgio e fortaleza. Socorro bem presente e não nos deixará.
Graça e Paz!

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“Eu te conheci no deserto, na terra muito seca.” (Oséias 13:5)


Amado(a),
Muitas vezes dizemos que só conhecemos os verdadeiros amigos na hora da dor. Aqueles cuja amizade é real não somem, mas ficam ao lado nos cercando de todo o cuidado e amor, mas os que desaparecem esses não são e nunca foram nossos amigos.
Assim é com Deus. É na hora da tempestade que de fato sabemos quem é nosso Pai, quando andamos no deserto Ele nos sustenta e nos guarda. Não nos deixa sem o maná de cada dia. O poder de Deus se revela no momento da seca, sua misericórdia e cuidado se mostram fortes quando não temos mais forças para caminhar. E aí está a verdade dita por Paulo: “Quando sou fraco é que sou forte”. Quando não temos mais nada para fazer, quando não há em nós a solução, toda nossa força parece ter se esvaído, não vemos saída ou solução para o problema, é aí mesmo que a mão de Deus se mostra presente e Jesus peleja por nós e nos dá a vitória que precisamos.
É na terra seca, no meio do deserto, onde não há vida e não conseguimos ver nada adiante, é neste lugar árido que Deus traz a existência o que não existe, atravessa o instransponível, corrige o incurável, faz o impossível.
Deus pode todas as coisas na sua vida, creia Nele.

Deus lhe abençoe!

“Foi-me bom ter sido afligido, para que aprendesse os teus estatutos.”(Salmos 119: 71)




Amado (a), algumas vezes enfrentamos momentos de intenso sofrimento e dores. E nossa capacidade de entender o sofrimento é limitada, mas com o tempo e discernimento do Espírito compreendemos que o sofrimento muitas vezes nos aproxima cada vez mais de Deus. O deserto e o vale da sombra da morte se constituem em campos de tratamento de Deus para o nosso aperfeiçoamento espiritual. Nas horas escuras, sombrias da nossa vida, é que percebemos o tratamento de Deus e o quanto precisamos descansar inteiramente Nele. São nesses momentos em que percebemos que somos fracos, que realmente podemos recorrer à Aquele que é forte. As tentações da vida não nos enfraquecem, contudo mostram quais são os nossos pontos fracos, para que apelemos ao Senhor e sejamos fortalecidos pelo Pai, aprendendo a descansar sempre Nele. Quando o salmista diz que foi bom ser afligido, ele está nos ensinando que é na fraqueza que nos conscientizamos da real dependência do Senhor. A aflição nos leva a buscar mais o Senhor e a procurar conhecer Sua Lei. São os sofrimentos pelos quais passamos que elevam nosso espírito e nos fortalecem, como Paulo: "Porque quando estou fraco, então é que sou forte". Problemas, tentações e dor são inevitáveis na vida. Mas o certo é que Deus usa essas coisas para produzir em nós os valiosos frutos da perseverança, humildade, comunhão e glória. Na fraqueza, encontramos forças para viver na graça de Deus Pai, seguros de que seremos fortificados.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.” (1 Coríntios 15.33).”

Amado (a),
Que tipo de conversas você tem tido com os amigos? Você fala aquilo que machuca as pessoas, que prejudica, causa dano, desonra ou ofende? Você usa suas palavras para abençoar ou amaldiçoar as pessoas? Você pode dizer que sua conversa edifica as pessoas? O teor do que você diz pode ser falado em qualquer lugar e dito em alto e bom som ou você precisa se esconder para conversar com seus amigos com medo de que alguém esteja ouvindo? Não fique enganado (a), as conversar erradas pervertem os bons hábitos e apodrecem nossa alma. Deixamos de exalar o perfume de Jesus fazendo com que sintam ao nosso redor o mau cheiro das palavras podres.
Cuidado com o que anda conversando por aí porque você pode contaminar sua vida e deteriorar os bons hábitos.
Cuidado com a sua língua e com os falatórios inúteis.
Deus lhe abençoe!

Tu és o meu refúgio e o meu escudo; espero na tua palavra.”(Salmos 119: 114)



Amado (a), a palavra refúgio em hebraico significa abrigo, retiro, lugar seguro. Quando o salmista confessa que Deus é seu refúgio e seu escudo, ele está afirmando que Nele está a sua segurança. Ele confia porque conhece a palavra de Deus e sabe que nela encontra a garantia desta segurança. Quando estamos tristes, ou nos sentindo oprimidos e buscamos no Senhor esse refúgio encontramos forças para enfrentar as adversidades e resistir no dia mau. Mas se nos apegamos em outras opções oferecidas pelo mundo, certamente nos decepcionaremos, pois nenhum homem pode suprir nossa carência do Pai. Nenhum tesouro terreno pode substituir as bênçãos do Senhor. Quando estamos angustiados, passando por problemas, é natural que busquemos refúgio. Quem não experimentou uma vida com Deus tende a buscar soluções em caminhos vários. Quem sofre busca uma solução e espera que ela seja imediata. Isso é compreensível, mas tal atitude não levava a lugar algum, em geral esses caminhos que se apresentam como talhos, quase sempre se transformam em armadilhas.
Solução mesmo só conseguimos quando abrimos o nosso coração e falamos tudo o que nos incomoda ao Senhor. Quem entra em oração decidido a resolver o problema terá a solução. Essa é a promessa de Deus, conforme está em Lucas 11: 10 “Pois todo o que pede recebe".
Amado(a), se não recebeu, peça. Não há nada mais difícil do que pedir. O sentimento de carência total faz-nos pedir. Quando ansiamos por algo, suspiramos pelo que desejamos, mas só quando chegamos ao extremo do sofrimento é que pensamos em pedir. E Jesus nos disse em Mateus 5:45. Ao agirmos assim, Deus nos responde, confirmando que o pedido foi aceito. Lembremo-nos sempre do que diz o salmista em Salmos 9:9 “O SENHOR será também um alto refúgio para o oprimido; um alto refúgio em tempos de angústia”.
Graça e Paz!

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“Como em muita prova de tribulação houve abundância do seu gozo, e como a sua profunda pobreza abundou em riquezas da sua generosidade.” (II Coríntios 8:2)


Amado(a),
Não há como sabermos a respeito do que é vitória sem passarmos por lutas, não temos como saber o que é abundância se não passarmos por algum tipo de privação. É no momento de pobreza e aflição que encontramos a generosidade das pessoas. Quando somos afligidos, atormentados por adversidades, temos nosso dia de angústia e tristeza, mas quando a vitória se faz presente, a alegria é tão grande que o problema cai a sombra do gozo que sentimos. É na angústia que percebemos a mão de Deus agir, é no meio da tormenta que somos treinados como verdadeiros soldados e somos feitos guerreiros do Senhor. No meio da dificuldade podemos sentir o amor daqueles que nos querem bem e também o zelo e profundo amor de Deus por nós. Somos surpreendidos pelo nosso Pai que é rico em misericórdia e poder. Ele não nos abandona e faz tão grandes coisas que ficamos perplexos com a obra que Ele completa em nossas vidas. Somos aprimorados como pessoas e aprendemos a confiar em Jesus de forma mais plena.
As promessas de Deus sempre se cumprem, afinal Ele é Deus e pode fazer todas as coisas por nós.
Abençoados são os dias de tormenta porque nos fazem mais fortes, nos fazem verdadeiros guerreiros do exército do Deus Todo Poderoso.

Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação



“A tua fidelidade dura de geração em geração; tu firmaste a terra, e ela permanece firme.”(Salmos 119: 90)

Amado (a), a fidelidade é uma das virtudes mais importantes na vida de um cristão, em todas as áreas. Inicia em nosso relacionamento com Deus, e se desdobra em nosso relacionamento com os outros. Deus é absoluta e incondicionalmente fiel e deseja que, pelo Espírito Santo, essa fidelidade se torne uma parte importante de nosso caráter.
Exercer a fidelidade significa ser uma pessoa fiel em suas palavras e promessas; ser alguém confiável ou em quem se pode confiar.
O cristão é fiel como pessoa, como colega, como vizinho, como amigo, como pai, como cônjuge, como filho. Ele não rompe contratos, nem deixa de cumprir suas promessas. Não pode se declarar cristão, quem não se reconheça fiel, pois a fidelidade é atributo de Cristo e Nele devemos nos espelhar.
Quando o salmista clama: “Salva-nos, Senhor, pois não existe mais o piedoso; os fiéis desapareceram dentre os filhos dos homens. Cada um fala com falsidade ao seu próximo; falam com lábios lisonjeiros e coração dobre” (Salmo 12:1-2), ele reconhece que precisamos de uma unção do Espírito para que tenhamos esse atributo tão necessário à vida espiritual e terrena. Quando somos fieis, plantamos a semente da reciprocidade e chamamos sobre nós o respeito que queremos ter. Quando não enganamos ou não desprezamos os compromissos assumidos diante de Deus e dos homens, vivemos uma vida plena de significados, os quais muitas vezes negligenciamos.
Se fomos salvos e entramos num relacionamento pessoal verdadeiro com o Senhor, uma das primeiras coisas de que teremos de nos apoderar é uma atitude firme de permanecer fiel tanto com o Senhor, quanto com os outros.
A infidelidade rompe laços, impede bênçãos e atrai problemas em todos os sentidos. A fidelidade, ao contrário, atrai bênçãos e segurança, porque sabemos que Deus é fiel e Nele não há mudança nem sombra de variação; Ele não é filho do homem para que minta ou se arrependa. Tudo o que Ele promete em sua Palavra o fará. Ele nos deu "suas preciosas e grandíssimas promessas, para que por elas vos torneis participantes da natureza divina” (2 Pedro 1:4).

Portanto, amado(a), sejamos fieis aos nossos compromissos para que possamos ver as promessas do Deus fiel se cumprirem em nossas vidas. Ele, certamente, não nos decepcionará.

Graça e Paz!

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Maná: Palavra Diária para Edificação


“Com todo o meu coração te busquei; não me deixes desviar dos teus mandamentos.”(Salmos 119: 10)


Amado (a), mesmo quando temos convicção de nosso amor por Deus, de nossa intenção de seguir os passos de Jesus, precisamos sempre pedir ao Pai que não nos deixe desviar de Seus mandamentos. A palavra de Deus deve ser o nome manual, o nosso guia de conduta e dela não podemos nos desviar. Ainda que nossos corações estejam animados e firmes nas promessas, nossas mentes precisam ser condicionadas a não fugir do sábio conselho. Muitas vezes nosso coração nos engana e nos deixa em situações difíceis, por isso a nossa firme decisão deve ser a âncora da palavra. O rei Davi conhecia a solução para fugir dos pecados que estavam sempre diante dele:
Por isso afirmou: “escondi a Tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra Ti.” Ele buscou com o coração os mandamentos, a vontade de Deus e guardou as palavras de Deus para que ele não pecasse mais. Aprendamos com Davi que nos ensina que a solução está completamente na palavra de Deus. Este é o segredo para evitarmos a intromissão do pecado em nossa vida. Devemos pedir sempre ao Senhor que nos ensine os estatutos contidos na Sua Palavra. Eles no farão amadurecidos para a luta contra o inimigo de nossas alma e firme no combate da fé. “Bendito és tu, ó Senhor; ensina-me os teus estatutos.
Assim também devemos proclamar a Palavra. No lar, no trabalho, na rua, na escola, em todos os lugares possíveis. “ Com os meus lábios declarei todos os juízos da tua boca.” 6. Devemos ter prazer na Palavra. Jamais permitamos que nos roubem a sensação de felicidade que sempre nos causa ler e meditar na Escritura Sagrada. “Folgo mais com o caminho dos teus testemunhos, do que com todas as riquezas.”
Portanto, amado(a), devemos nos lembrar permanentemente da Palavra. Por ela fomos salvos, por ela somos guardados. Não permitamos que ela se afaste de nós.
Graça e Paz!

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“Pois o SENHOR, por causa do seu grande nome não desamparará o seu povo; porque aprouve ao SENHOR fazer-vos o seu povo.” (I Samuel 12:2)

Amado(a),

O nosso Deus é poderoso. Ele nos criou com tanto amor que fez um mundo maravilhoso e cheio de cor e formas para que o homem dominasse a terra. Deu-nos sentidos, inteligência e vida. Apaixonou-se por nós e nos amou intensamente. O seu nome é Deus forte, Jeová Nissi, Jeová Jireh, Jeová Rafá. Ele é amor e misericórdia. Não pode ir contra os seus atributos. Por causa de seu glorioso nome Ele não nos desampara e nem nos abandona. Deus tem prazer em nos fazer seu povo. Somos propriedade exclusiva de Deus, seu santo Espírito sente ciúmes de nós e intercede por nossas vidas com gemidos inexprimíveis.
O Senhor nos ama e nos quer perto Dele. Ele deseja que todos se salvem.
Seja amigo de Jesus, usufrua de sua amizade e amor e tenha uma vida iluminada.


Deus lhe abençoe!

domingo, 20 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“E ali haverá uma estrada, um caminho, que se chamará o caminho santo; o imundo não passará por ele, mas será para aqueles; os caminhantes, até mesmo os loucos, não errarão.” (Isaías 35:8).”

Amado (a),
A coisa mais importante para sermos felizes é escolher o caminho certo a seguir. Logo cedo devemos aprender que não há outro caminho que não seja Jesus Cristo. Ele é a luz para as nossas vidas e veio até a terra como homem para nos ensinar na prática, a viver cada situação difícil pela qual passarmos. Ele viveu o que pregou, não falou somente de teoria, mas mostrou a viver no dia a dia tudo que ensinou. Foi humilde, foi leal, se preocupou com as pessoas, amou o ser humano, não amaldiçoava ninguém, somente abençoava. Fez inúmeras coisas e mostrou para cada um de nós que não é impossível obedecer e ser melhor. A estrada correta foi feita para os limpos passem. Os imundos não passarão por ela. É necessário que a gente se arrependa todos os dias das coisas que fazemos erradas: brigas entre irmãos, mentiras, comportamentos errados, desobediência e tantas outras coisas fora da vontade de Deus.
Não escolha caminhos errados, cuidado com o que você faz. Entre pelo caminho santo que Jesus ensinou para você quando viveu como homem, sofreu tudo que sofremos e entregou a sua própria vida por nós.

Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação


“Até que a flecha lhe atravesse o fígado; ou como a ave que se apressa para o laço, e não sabe que está armado contra a sua vida.”(Provérbios 7:23)

Amado (a), observe que Salomão está advertindo sobre os perigos de se envolver em prostituição e se deixar corromper pelos costumes dos ímpios. Em princípio tudo pode parecer bem, suave e agradável, mas em pouco tempo se revela em laços que arrastam para a perdição e para a morte. Os convites podem parecer inocentes, porém tudo aquilo que não está em consonância com a palavra de Deus é laço para o inferno, diz Salomão. É melhor vigiar e se prevenir, ensina o sábio. É melhor atentar para os exemplos dos outros do que experimentar a laço e a flecha que nos atravessa o peito. Quando nos deixamos envolver, fica muito mais difícil e o sofrimento é maior. Mas a boa notícia é que Deus não abandona aqueles que têm o coração quebrantado e se clamarmos por Seu socorro Ele virá e nos manterá a salvo das armadilhas e ardis inimigos. Entretanto, a condição para que tenhamos essa blindagem é nos mantermos em santificação e caminhando nos passos de Jesus. Dia e noite, devemos vigiar e buscar a santificação. Não se esqueça disso!
Graça e Paz!

sábado, 19 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé



“Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.” (Romanos 12:3)

Amado(a),
Muitas vezes pensamos de nós mesmos além do que devemos. Achamos que somos inteligentes demais, bonitos demais, os mais espertos e temos características que superam outras pessoas. Então criticamos o que os outros fazem, reclamamos ou murmuramos a respeito de situações que existem ao nosso redor e pecamos porque deixamos a soberba encher nosso coração. A palavra de Deus nos adverte que devemos considerar ao outro mais do que a nós mesmos. Este tipo de ação é uma espécie de “vacina” contra a arrogância, presunção ou altivez de espírito. O Senhor nos diz para sermos moderados e ponderados em relação ao que pensamos ao nosso respeito. Não devemos pensar mais do que Deus nos permite pensar e a medida é a fé que Deus nos deu. Desta forma veremos em nós a capacidade que temos em Deus e jamais a que temos por nós mesmos.
Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação



“Companheiro sou de todos os que te temem e dos que guardam os teus preceitos.”(Salmos 119: 63)

Amado (a), todo ser humano tem necessidades físicas, emocionais, espirituais que devem ser satisfeitas. A Bíblia não diz que o homem deve se manter isolado para se afastar do pecado, mas ensina que deve satisfazer suas necessidades dentro das orientações da Palavra de Deus. Quando Jesus declarou: "Eu vim para que tenham vida e a tenham com abundância" (João 10.10). Ele queria dizer que podemos e devemos participar da vida social, que podemos ter momentos de lazer. Se procurarmos o significado de lazer, vamos ver que essa palavra vem do latim licere, que quer dizer: "ser lícito". Ou seja, lazer é um momento de descanso, de ócio, de folga algo realmente necessário ao ser humano e a palavra de Deus recomenda o lazer. Todavia, o lazer passa ser pecaminoso, quando se torna mera diversão ou entretenimento que desagrada a Deus, quando é praticado com pessoas ímpias e escarnecedoras, por isso devemos procurar companheiros dentre aqueles que temem ao Senhor. Quando o Salmista declarou que é “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.” (Salmo 1:1) ele destacava a importância de ser ter como amigo e companheiro pessoas que guardam os mandamentos de Deus. Nossas companhias dizem muito de nós. Aqueles que nos acompanham nos conduzem aos caminhos que por vezes podem ser de perdição, por isso devemos aprender com o sábio Salomão que ensinou: “O que anda com os sábios ficará sábio, mas o companheiro dos tolos será destruído.” (Provérbios 13:20). Amado(a), quem são seus companheiros? Eles temem ao SENHOR e guardam os Seus preceitos?
Graça e Paz!

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Palavra Viva: Palavra Diária para Comunhão



“Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis; antes o seu entendimento e consciência estão contaminados.” (Tito 1:15)


Amado(a),


Ver problema em tudo, ver defeito nas coisas, encontrar malícia em tudo ao redor e assim demonstrar com suas atitudes e palavras todo o seu entendimento a respeito do assunto ou das pessoas. É assim que agem os infiéis e contaminados. Sua língua demonstra o que vai em seu coração. A sua percepção sobre as coisas é distorcida e contaminada pela sujeira que está sobre a sua vida. Mas, para as pessoas puras, não existe maldade ou malícia em nada. Tudo é puro para os que são puros. O mundo está contaminado! Dificilmente as pessoas não vêem maldade nas coisas.
Onde você tem se encaixado? Sua consciência está contaminada e sua interpretação a respeito do que existe ao seu redor geralmente é errada? Você sempre pensa que estão falando de você, que o irmão não gosta de você ou que ele te olhou de cara feia quando isso foi interpretação sua? Que palavras têm saído de sua boca?
Cuidado com a sujeira deste mundo. Preste atenção em seu nível de consciência a respeito das coisas e pessoas. Peça a Deus para limpar sua vida e seus pensamentos. Viva uma vida de pureza e santidade.

Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação


“Antes de ser afligido andava errado; mas agora tenho guardado a tua palavra.”(Salmos 119: 67)


Amado (a), adversidade é inevitável e para a nossa edificação e crescimento tem um valor incalculável. As lições que tiramos dos momentos de adversidade são as mais sólidas em nossas vidas. Nessa escola, dirigida por Deus, as aflições não devem ser entendidas como castigos, mas como exercício de aprendizagem. Jesus Cristo também foi afligido e nossas aflições jamais podem ser comparadas às Dele. Mas tomemos o que diz Lucas 24:26 “Porventura não convinha que o Cristo padecesse estas coisas e entrasse na sua glória?”
Para entrarmos na terra prometida, ainda temos que passar pelo deserto. Assim também o Getsemani precedeu a glória. E é nessa lição que devemos nos orientar
Outra constatação que nos leva a compreender porque passamos por aflições para conquistarmos as bênçãos é que satanás tem uma única meta: fazer oposição ao trabalho para Deus e defende incansavelmente o seu território. E quando percebe que o cristão é agraciado, ele age com mais ferocidade. Suas armas são sutis, mas velhas conhecidas: ele cega o entendimento, obscurece a mente e planta a semente da desobediência e do encantamento com as coisas do mundo para, em seguida, jogar no chão aquele que caiu em sua armadilha. O que parece bonito, reto e promissor, torna-se feio, triste e sombrio. Por isso é necessário que fiquemos previamente advertidos e armados como ensina Paulo em 1 Tessalonicenses 3:3-4 “3 Para que ninguém se comova por estas tribulações; porque vós mesmos sabeis que para isto fomos ordenados, 4 Pois, estando ainda convosco, vos predizíamos que havíamos de ser afligidos, como sucedeu, e vós o sabeis.”
Mas a boa notícia é que, se somos afligidos, recebemos o amor de Deus e a confirmação de que somos Seus filhos “Porque o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho.” (Hebreus 12:6) e “Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR o livra de todas.” (Salmos 34:19).
Entretanto, amado(a), é necessário buscar o discernimento, vigiar e orar, porque como disse Jesus em Mateus 10:16 “Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas.”
O salmista nos mostra como tirar lição da adversidade, pois ela fez com deixasse o caminho errado e passasse a guardar a palavra. Adversidade é de incalculável valor para forjar nosso caráter “Foi-me bom ter sido afligido, para que aprendesse os teus estatutos.” (Salmos 119:71). Quantas vezes lemos e ignoramos a palavra de Deus. Assim é preciso passar por aflições para nos posicionarmos diante de Deus. A adversidade nos leva à essência da Palavra, e leva a Palavra para dentro do nosso coração. Ela não apenas nos faz aprender a Palavra de Deus, mas também nos faz guardá-la para sempre, no nosso coração. Nem todos chegam à verdade pela busca amorosa, mas pelo sofrimento.
Amado(a), se você foi afligido(a), glorifique a Deus. O diabo sabe que já é derrotado, mas você precisa saber que é na perseverança na palavra que será abençoado(a).

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“Ouve tu então nos céus, assento da tua habitação, e perdoa, e age, e dá a cada um conforme a todos os seus caminhos, e segundo vires o seu coração, porque só tu conheces o coração de todos os filhos dos homens.” (I Reis 8:39)

Amado(a),

Deus não está surdo para não ouvir o que pedimos, Ele nos perdoa quando confessamos nossos pecados porque é sem dúvida um Deus misericordioso. Ele age todos os dias a nosso favor mesmo que as situações pareçam contrárias e Ele nos dá conforme o caminho que escolhemos e conforme enxerga em nosso coração. Só Deus conhece a cada um de nós profundamente e consegue entender e discernir o desejo verdadeiro de nosso coração.
Nosso Pai está sempre trabalhando. Ele não dormita e nem dorme. Seu amor por nós é indescritível. Seu cuidado e zelo por nossas vidas é incomparável.
Não temas! Entenda que é necessário usar os ensinamentos de Jesus em nossas vidas e teremos armas poderosas para caminhar diariamente em direção as nossas vitórias. Pense nisso!
Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação


“Escolhi o caminho da verdade; propus-me seguir os teus juízos.”(Salmos 119: 30)
Amado (a), escolha é a palavra chave desse versículo. Dela depende o nosso caminho. Somos livres para escolher e para decidir. Entretanto, é preciso saber que nossas escolham levam a conseqüências. E essas conseqüências têm um preço. Quando escolhemos o caminho da verdade, decidimos não dar espaço para aquilo que não se compatibiliza com a palavra de Deus. Quando nos propusemos a seguir os juízos do Senhor, deixamos de lado tudo aquilo que não condiz com um cristão. A luz não combina com as trevas, diz a Bíblia, portanto, Se a Palavra de Deus diz “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?” (2 Coríntios 6:14), a nossa proposta de vida deve ser a do salmista, para não nos afastarmos do caminho da verdade. A Bíblia ainda diz em Mateus 6:24 que “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.” Se nossa escolha é o Senhor, nossos passos devem seguir em sua direção. E temos a plena convicção de que nesse caminho jamais nos decepcionaremos, diferentemente do que ocorre quando escolhemos os caminhos contrários à Verdade.
Graça e Paz!

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“Porquanto o SENHOR teu Deus é Deus misericordioso, e não te desamparará, nem te destruirá, nem se esquecerá da aliança que jurou a teus pais.” (Deuteronômio 4:31)


Amado(a),
Deus tem bons pensamentos a nosso respeito. Ele deseja que tenhamos vitória e que alcancemos todas as promessas feitas a nossos pais. Ele é misericordioso e é por isso que não fomos consumidos. Somos alvo certeiro do amor de Deus. Ele não nos desampara e não se esquece de nossas necessidades, sabe de tudo que precisamos e está sempre atento as nossas vidas. Ele não nos destruirá, mas trabalhará para que tenhamos grandes mudanças de vida. No passado Ele jurou aliança aos nossos pais e lembra-se sempre do pacto que fez conosco por meio da vida de nossos ancestrais.
Todas as coisas que Ele prometeu irá cumprir porque nosso Pai é um Deus de palavra. O amor de Deus nunca acaba. Espere Nele.

Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação



“Assim terei que responder ao que me afronta, pois confio na tua palavra.”(Salmos 119: 42)

Amado (a), quantas vezes ouvimos aqueles que não servem a Deus nos afrontarem dizendo: onde está o seu Deus que não ouve, nem vê suas lutas. Por que confia Nele e não é atendido em seus pedidos? Quando nossas bênçãos são postergadas parecem, aos olhos dos ímpios, ausência do Pai. Mas nossa resposta deve ser sempre a de perseverança e de confiança no amor Daquele que não é homem para mentir nem filho do homem para que se arrependa. Se não fomos atendidos ainda é porque não chegou a hora. Os frutos ainda não estão maduros e o Senhor sabe o melhor momento de nos entregar o que é nosso por direito. Quando recebemos algo em tempo inoportuno corremos o risco de não aproveitarmos. De perdemos por não estarmos preparados ainda para desfrutar dessa conquista. Deus é sábio, onisciente e onipresente e fará tudo ao Seu tempo para que tenhamos o melhor. Não lutamos pela vitória porque ela já está ganha pelo sacrifício de Jesus. Nosso papel é o de permanecermos na posição de mais que vencedores, confiando no poder e na graça de Deus que habita dentro de nós, pois Ele nos deu a Sua Palavra. Assim, responderemos ao que nos afronta com as benesses do Senhor, na hora e no momento certo, pois a porta que Deus abre não há quem possa fechar e, sendo estreita, difícil de ser penetrada, só se abre para aqueles que persistem e resistem às ciladas e armadilhas da porta larga que seduz e engana. Portanto, amado(a), quando se sentir afrontado(a) responda com as palavras do Salmo 60:12 "Em Deus faremos proezas" Esta afirmação do rei Davi deve ser a confissão de fé e vitória de todos aqueles que confiam no Senhor em meio às batalhas espirituais. Mesmo que a batalha pareça injusta, fixe os olhos em Deus e assim o gigante cairá por terra. Não fixe os seus olhos no problema, para que não seja você a cair. E em todo tempo, revista-se da armadura de Deus, mantendo sua mente e coração protegidos, pois eles serão o alvo principal do inimigo. Portanto, não se deixe intimidar pelo tamanho do gigante, confie, pois o decreto já dado a nosso favor.
Graça e Paz!

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé





Mestre, qual é o grande mandamento na lei? E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” (Mateus 22:34-37)


Amado(a),
Tudo o que devemos fazer se resume nestes dois mandamentos. Amar a deus de todo o coração de toda a nossa alma e de todo o nosso pensamento e ao nosso próximo como a nós mesmos. O amor a Deus deve ser maior que tudo. Este amor deve preencher nosso coração e nossas emoções de tal forma que nossos pensamentos estejam repletos da presença do nosso Pai. Então nossos pensamentos são renovados todos os dias e nós fazemos tudo conforme nosso Pai pede porque não queremos de forma alguma desagradá-lo. Amar a Deus com nosso jeito de agir e falar, nossa forma de enfrentar as situações e com todo nosso ser. Quando amamos a Deus de fato, então guardamos os mandamentos do nosso Senhor. Então amamos também ao nosso semelhante porque sem isso não amamos a Deus. Aquele que diz que ama a Deus a quem não vê e não ama a seu irmão a quem vê é mentiroso. A medida já foi dada, nem mais e nem menos. Devemos amar ao próximo como amamos as nossas vidas. Assim, fazemos aos outros apenas o que gostaríamos que fizessem a nós, e não fazemos de forma alguma aquilo que não gostaríamos que fizessem conosco. A base de nossas vidas e da vida cristã está no relacionamento com Deus e com os homens. Então querido (a) avalie seus relacionamentos e veja onde você está errando porque ser cristão é obedecer ao nosso Pai em tudo. Onde você precisa acertar?

Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação



“Também falarei dos teus testemunhos perante os reis, e não me envergonharei.”(Salmos 119: 46)

Amado (a), quantas coisas tem feito o Senhor por nós! Coisas magníficas e grandiosas. Só o fato de estarmos vivos e de sabermos que temos nome escrito no Livro da Vida já seria suficiente para glorificarmos a Deus todos os dias. Mas o Senhor faz mais do que isso: Ele nos dá a vitória sobre nossos inimigos. Sobre todas as adversidades que enfrentamos. E muitas vezes nosso maior inimigo somos nós mesmos. Insistimos em nos deixar comandar pelo passado, pelo medo, pela inércia. Seguimos, mesmo depois de renascidos em Cristo, cometendo os mesmos erros e Deus tem misericórdia de nós, fazendo com que até mesmo o mal nos faça reconhecer onde erramos para que o nosso grande bem não nos seja tirado. Deus cuida de Seus eleitos para que não se desviem, para que, estando no deserto, possam se encontrar consigo e com a Verdade. Isso é por demais grandioso e não deve ser escondido. O salmista afirma que, diante dos reis, dará testemunhos. Isso significa que não se calará perante aqueles que gozam de status e poder. Diante dos poderosos da terra, ele dirá o que tem feito em sua vida o nosso Deus Poderoso. É isso que devemos fazer sempre. Abrir nossas bocas para honrar a Deus, para testemunhar o que Ele tem nos feito, sem nos envergonhar, sem ficarmos tímidos. Deus é soberano e poderoso, acima Dele não há ninguém. Assim como não há quem possa nos tirar as Suas promessas. Portanto, amado(a), tome posse de suas conquistas, louve e glorifique a Deus por elas, dando-Lhe a devida honra e como ensina o salmista testemunhe perante todos.
Graça e Paz!

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“A esperança que se adia faz adoecer o coração. Mas o desejo cumprido é árvore de vida.” (Provérbios 13:12)


Amado(a),
São muitas as lutas diárias para que prossigamos para o nosso alvo. Muitas mães esperaram ter seus filhos e os perderam durante a gestação; muitos pais pediram a Deus para que seu filho seguisse o bom caminho e ainda não viram esta graça ser concedida; pessoas pedem para ter suas dívidas quitadas e todos os dias passam a angústia de ver que seus salários não dão para pagar tudo; indivíduos ainda estão desempregados; jovens lutam para terminar suas faculdades e muitas vezes não atingem as notas necessárias; adolescentes passam pelo conflito diário de seu coração: “não sou tão bonito(a)”, “sou gordo (a)”, “aquela pessoa não me dá bola”, ou “minha mãe não para de torrar minha paciência”. Esposas e maridos oram para que seus cônjuges se convertam a Deus, e você certamente tem as suas lutas particulares que podem ou não ser semelhantes a essas. O fato é que quanto mais as coisas demoram a se cumprir em nossas vidas, mais enfermos ficamos, suscetíveis ao mal da murmuração e da descrença e prontos para ter nossa fé assassinada pela demora da bênção. Deus sabe disso. Ele sabe que você muitas vezes chega ao seu limite e tem seu coração enfraquecido e contaminado pelo desânimo. Deus sabe disso. Ele está providenciando tudo: os momentos de descanso, de alívio, para tomar fôlego... Ele providencia todos os dias, tudo de que você precisa para esperar o dia do cumprimento de cada promessa em sua vida.
Saiba aguardar e não esqueça: só Deus pode renovar as suas forças, porque esta é a promessa para os que esperam Nele.

Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação




“Os soberbos forjaram mentiras contra mim; mas eu com todo o meu coração guardarei os teus preceitos.”(Salmos 119: 69)
Amado (a), a mentira tem uma origem e um pai, diz a Bíblia: o diabo. E se somos de Cristo, renascidos Nele devemos abominar a mentira, assim como o nosso Pai. Paulo ensina em Efésios 4:25 “Pelo que deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo, pois somos membros uns dos outros.” Quando mentimos, ferimo-nos a nós mesmos, pois ferimos o Corpo no qual estamos. Quando mentimos não estamos seguindo o exemplo de Jesus que ensina em Colossenses 3:9-10: “Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do homem velho com os seus feitos, e vos vestistes do novo, que se renova para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou.”
Várias são as citações bíblicas que nos mostram o quanto Deus detesta a mentira. EM Provérbios 12:22 lemos: “Os lábios mentirosos são abomináveis ao Senhor; mas os que praticam a verdade são o seu deleite.” Em Salmos 101:7 “O que usa de fraude não habitará em minha casa; o que profere mentiras não estará firme perante os meus olhos.” Em Apocalipse 22:15 “Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os adúlteros, os homicidas, os idólatras, e todo o que ama e pratica a mentira.” Em 1 João 2:4 “Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.”
Os hipócritas são mentirosos e deles devemos guardar distância, pois a Bíblia diz em Tiago 3:14 “Mas, se tendes amargo ciúme e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade.”
Certamente os que mentem são excluídos da presença de Deus, pois as Escrituras afirmam claramente que aos que são desonestos não serão permitidos entrar na cidade de Deus.
Amado(a), Quando dizemos que somos cristãos, mas não obedecemos a Deus também somos considerados mentirosos. Deus nos perdoará, afirma João 1:9 “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.” Mas para isso é preciso uma mudança de atitude, uma postura de real arrependimento e uma entrega total ao Deus da verdade.

Graça e Paz!

domingo, 13 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“Como também no deserto, onde vistes que o SENHOR vosso Deus nele vos levou, como um homem leva seu filho, por todo o caminho que andastes, até chegardes a este lugar.” (Deuteronômio 1:31)


Amado(a),
Os caminhos por onde passamos, não passamos sozinhos: Deus está conosco, Ele é nosso Pai e muitas vezes nos leva ao deserto para sermos confrontados. Mas não passamos apenas pelo deserto, caminhos rumo a terra prometida, onde as promessas que o Senhor nos fez são reveladas para cada um de nós. Entrar na terra prometida não é fácil, vemos adiante nossas promessas, sabemos que estamos diante de nossas bênçãos, mas necessitamos tomar posse daquilo que nos foi dito e afirmado. Não podemos olhar para as situações com medo, descaso ou descrentes. Devemos olhar ao nosso redor e ver tudo com fé, otimismo e certeza de que nosso Pai está conosco e nos fará derrotar nossos inimigos um a um, ate que tomemos por herança aquilo que nos foi prometido. Nem toda a luta é deserto, algumas são a guerra pessoal que travamos porque já pisamos na terra que o Senhor nos prometeu. Não esqueça que a terra é linda, mas tem gigantes que precisam ser derrotados. Então creia que esta luta que você trava agora é a guerra de todos nós para tomar posse das promessas do Pai em sua vida.
Contemple a obra de Deus em você neste momento e se alegre com as vitórias que se desenham logo a frente.
Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação



“Porque o mandamento é lâmpada, e a lei é luz; e as repreensões da correção são o caminho da vida,”(Provérbios 6:24)

Amado (a), Salomão nos dá as dicas de como procedermos para obtermos sucessos em nossas vidas. É simples: ler e praticar o que diz a Bíblia e aceitar a correção de Deus, caso nos desviemos de Sua palavra. Ele usa a metáfora da luz para nos mostrar que é Bíblia que acende a luz necessária para que saiamos da escuridão impregnada no mundo. Quando acendemos essa lâmpada, evitamos percalços nos caminhos. Desviamos dos buracos e armadilhas que encontramos pela frente.
A sedução das riquezas, os cuidados do mundo e os deleites da vida, escurecem nossas mentes e sufocam a Palavra e não deixam que demos fruto com perfeição. Às vezes o fruto não chega nem a amadurecer e cai antes da hora. por isso, melhor é a correção do Senhor, do que qualquer presente que o mundo possa dar: “Melhor é a mágoa do que o riso, porque com a tristeza do rosto se faz melhor o coração”, afirma o sábio em Eclesiastes 7:3. Melhor é ser repreendido por Deus, e ser exortado por um irmão, do que ser agradado com interesses ou com falsidade de alguém: “Melhor é a repreensão franca do que o amor encoberto. Leais são as feridas feitas pelo amigo, mas os beijos do inimigo são enganosos”, enfatiza Salomão em Provérbios 27:5-6.
Por vezes, Deus permite nossa queda, mas não devemos nos desanimar quando formos repreendidos por Ele, porque eles são o caminho da vida: “Filho meu, não rejeites a correção do SENHOR, nem te enojes da sua repreensão. Porque o mandamento é lâmpada, e a lei é luz; e as repreensões da correção são o caminho da vida“ Provérbios 3:11 e 6:23.
Se Ele nos repreende é porque nos toma por filho: “E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como filhos: Filho meu, não desprezes a correção do SENHOR, e não desmaies quando por ele fores repreendido; porque o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho. Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos” Hebreus 12:5-8.
Quando nos sujeitamos a Deus e permitimos que Ele nos discipline, acendemos a luz que nos faz participantes da sua santidade.
Precisamos de entendimento espiritual para considerarmos aquilo que genuinamente tem valor eterno. Quando nossa alma se encontra no escuro e nossos corações sem entendimento, Deus, pela Sua imensa misericórdia envia o Seu Espírito Santo para nos tocar e muitas vezes usa pessoas como instrumentos para nos exortar a voltar para o caminho da santificação e da busca pela luz que não se apaga.
A princípio, não temos prazer na correção, mas tristeza, mas depois percebemos o quanto ela é necessária para que sigamos rumo ao alvo. A disciplina é a manifestação de um Pai amoroso por seus filhos amados: “E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela” Hebreus 12:11.
Aquele que encontra a sabedoria é como a árvore plantada junto ao ribeiro: dará sombras e frutos sempre.


Graça e Paz!

sábado, 12 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé



“Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus.” (I João 3:9).

Este versículo foi escrito pelo apóstolo João para todos aqueles que se dizem filhos de Deus. Ele não fala aos do mundo, mas àqueles pertencentes à Igreja. Ele se dirige às pessoas aqui exortadas através de uma expressão muito específica: “nascidos de Deus”. Quando se nasce novamente em Deus, uma semente divina é plantada em nós com um objetivo muito específico: fazer-nos inimigos do pecado. A inimizade traz consigo a aversão a algo que não tem parte conosco. E a aversão, por sua vez, traz desgosto e inquietação quando estamos diante do inimigo. Sendo assim, desgosto, inquietação, rejeição, aversão, dentre outros sentimentos gerados pela inimizade, surgem em nós a cada dia quando fazemos algo errado. Cada vez que a semente que foi plantada em nós cresce, mais estes sentimentos contrários ao pecado surgem e mais sensíveis ficamos diante do erro. Nossa consciência é vivificada pela voz do Espírito Santo que habita em nós e somos levados a nos afastar cada dia mais daquilo que desagrada a Deus. Esta semente divina precisa germinar em nós e crescer. E isso não acontecerá se você continuar na prática do pecado. Esta prática pertence ao velho homem, àqueles que têm outra filiação que não a de Deus. Ainda neste texto no versículo 8, João se refere a estes como procedentes do diabo. Se você é nascido de Deus, busque mudança de vida, renove sua mente todo dia, deixe para trás o que ficou há um minuto, prossiga para o alvo, deixe a semente de Deus germinar em você e fazer de você um bom combatente contra o mundo e o pecado. Transforme-se em amigo íntimo de Deus e inimigo do mundo. Vença e seja mais que vencedor Naquele que lhe chamou.


Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação


Melhor é para mim a lei da tua boca do que milhares de ouro ou prata.”(Salmos 119: 72)

Amado (a), tudo em nossa vida é questão de escolhas, mesmo que encontremos limites ou restrições externos, essas escolhas passam principalmente por nossa vontade pessoal. Entretanto, escolher significa incluir ao mesmo tempo em que se exclui. Se escolhemos dividir nossa vida com outra, excluímos a possibilidade de levar uma vida livre; se escolhemos não ter filhos, eliminamos a possibilidade de ter netos. Se escolhemos estar no mundo, eliminamos a possibilidade de comunhão com Cristo. Se escolhemos viver em uma cidade, então descartamos a possibilidade de morar em outra. Escolha é decisão. É limitar. Se optamos por “A”, então, decidimos não ter “B”. Essa é condição da liberdade de escolha. O salmista, como nós, teve a liberdade de escolher e entre a possibilidade de conhecer a Deus em sua integridade e conhecer o poder das riquezas, optou pela pelo melhor. Deus nos permite essa escolha. Mas devemos saber que, ao escolhermos, excluímos algo. A grande questão é: o que é prioridade em nossa vida? Somos nós quem escolhemos como aplicar nosso tempo e do lado de quem. Há pessoas que passam a vida toda perseguindo bens, riquezas materiais e com isso excluem a possibilidade de uma vida plena, porque abrem mão da verdadeira riqueza que é conhecer o Dono do ouro e da prata. A Bíblia registra e exemplos atuais mostram que quem escolhe seguir a palavra de Deus escolhe o melhor. Salomão, quando foi solicitado a escolher entre riquezas e sabedoria, preferiu o conhecimento e assim teve ambas. Episódios recentes mostram que um grande números de personalidades que não fizeram como o sábio rei, passaram pela vida acumulando riquezas, fama e infelicidade. E o que é pior sem vislumbrarem a possibilidade de conhecer a riqueza imperecível. Façamos como o salmista e certamente comeremos o melhor dessa vida. Atitude é tudo. Eis porque a Bíblia diz: “Agrada-te do Senhor e Ele satisfará os desejos de seu coração”
Graça e Paz!

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas deles, e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo.” (Mateus 9:35).”

Amado (a),

Jesus não tinha preguiça, andava de cidade em cidade, aldeia em aldeia ensinando para os que achavam que já sabiam e também para os que nada sabiam, evangelizando e pregando a salvação, curando doenças da alma e do corpo. Ele fazia isso com maestria.
A palavra de Deus diz para sermos como Jesus foi para seguirmos seus passos e caminharmos na mesma direção. Portanto devemos fazer todas estas coisas. Buscamos a prosperidade, relacionamentos com pessoas que amemos e ser felizes, mas esquecemos que também fomos chamados para levar libertação e cura aos cativos.
Faça isso desde cedo, mostre para as pessoas que te cercam que Jesus é o seu melhor amigo.
Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação



“Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.”(Salmos 119:11)

Amado (a), quando o salmista se refere ao coração, ele está se referindo ao centro da nossa vida espiritual e moral. O coração representa a pessoa em sua totalidade e nele que nascem os pensamentos, os sentimentos, as decisões, as palavras e as atitudes que o homem toma, por isso ele deve ser preservado e conservado puro pela palavra de Deus. Jesus nos diz em Marcos 7: 21-23."Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem" é por isso que o salmista nos instrui a protegermos o coração para que seja protegida a plenitude de quem somos, porque nele nasce o desejo de pecar e também de não pecar. E para não pecar, ensina o salmista, devemos esconder a palavra em nosso coração. Esconder é guardar com cuidado para que ninguém nos tire.
É no coração que definimos nossas escolhas. Quem tem o coração endurecido, se recusa a reconhecer a ação de Deus e se defronta com uma cegueira espiritual, que desencadeia o pecado. Mas aquele que tem o coração quebrantado tem sensibilidade para ouvir e entender a palavra de Deus e receber todo o tesouro que dela advém.
O Senhor conhece o nosso coração, diferentemente dos homens, Ele vê as aparências e quer colocar no nosso coração a dádiva do seu Espírito. É lá que o Seu Espírito quer atuar, guardado como um tesouro, mas usado como um motor que impulsiona as nossas ações e nos leva ao pleno conhecimento da vontade do Pai. Jesus declarou bem-aventurados os limpos de coração, destacando que esses verão a Deus.
Quando passamos por um novo nascimento, recebemos um novo coração e dele devemos cuidar para que nele entre somente a boa palavra. E na medida em que deixamos o Senhor agir em nossos corações, reconheceremos que a Sua mão está conosco em tudo que realizamos! E assim, como novas criaturas, com a Palavra escondida nesse novo coração, não precisamos mais fazer força para não pecar contra Deus, pois toda a disposição desse coração novo é conhecer e servir ao Senhor: "E dar-lhes-ei um coração para que me conheçam, porque eu sou o SENHOR; e ser-me-ão por povo, e eu lhes serei por Deus; porque se converterão a mim de todo o seu coração" Jeremias 24:7.
Graça e Paz!

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.” (I João 2:4)


Amado(a),
Dizer que conhecemos a Deus exige de nós o cumprimento de suas ordens. Temos que guardar os mandamentos do Pai. Guardar é deixar seguro em nossos corações. A obediência a Deus nos leva a uma comunhão maior com o Pai. O temor ao Senhor é o princípio da sabedoria. Quanto mais conhecemos a Deus, mais confiança temos Nele e mais perto Dele ficamos. A intimidade com Deus nos leva a outro nível de entendimento de como viver a vida. Então começamos a discernir os bons conselhos dos maus, a verdade da mentira, o caminho certo do errado.
Cada vez que nos aproximamos mais de Deus, mais parecidos com Jesus e mais certos de que não há outro caminho a se seguir ficamos.
É necessário que a verdade esteja em nossas vidas. Jesus é a verdade.
Empenhe-se cada dia mais em conservar dentro de você as leis do Senhor. Deus quer operar grandes mudanças em sua vida e para isso precisa que a verdade habite em seu interior.
Então guarde os mandamentos do Pai e veja as grandiosas obras que Deus fará por você e dentro de você.
Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação



“E andarei em liberdade; pois busco os teus preceitos.”(Salmos 119:45)

Amado (a), aquele que busca os preceitos de Deus anda em liberdade, afirma o salmista, porque ele sabe que somente quem conhece a Jesus é verdadeiramente livre. O mundo nos passa a ilusão de que tudo pode, e que o cristão não pode nada. Que somos limitados pela palavra, ou por doutrinas. Na verdade o cristão pode tudo, mas é livre para decidir não compactuar com as liberalidades mundanas, porque sabe que essa liberdade acorrenta e escraviza. Ser livre é, contraditoriamente, desejar estar preso no amor Daquele que não se deixou seduzir pelas promessas do mundo, mas nos libertou das correntes do pecado. Ser livre é saber pelo entendimento do Espírito que o que parece doce, pode se revelar amargo. Que o que soa como música suave pode ser um ruído incômodo em nossos ouvidos. Que o que nos apresenta belo pode se descortinar sombrio e tenebroso. Isso pode ocorrer em diversas áreas de nossas vidas, porque o diabo faz com que nossos olhos sejam vendados e nosso entendimento bloqueado para que não vejamos o óbvio. É preciso saber que toda liberdade que não vem do Senhor é falsa e nos leva a dependência ou insatisfação. Só é livre quem conhece a palavra. Lembremos o que a Bíblia diz em João 8:32: "E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará." Deus, entretanto, não nos força a essa libertação. Muitas pessoas são enganadas por satanás e seus falsos mestres para que não possam discernir o que é ser livre e, infelizmente, rejeitam a liberdade que Deus lhes oferece e permanecem presas em seus próprios pecados.

Graça e Paz!

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé.




“Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus;” (I João 4:1-2)


Amado(a),

Quando resolvemos seguir a Deus, quando Ele nos convence de que é o único caminho e quando O invocamos, passamos a viver em uma nova dimensão: a dimensão do espírito ou quarta dimensão como gostam de chamar alguns. Então, nossa vida passar a ser entendida não apenas pelo que vemos, mas pelo reino espiritual que interfere em nossas vidas de forma mais direta do que imaginamos e a maioria não se dá conta disso.
Então, o espírito de engano que ronda este mundo e tenta a todo custo induzir as pessoas ao erro, tenta também contaminar os servos de Deus. Para isso temos uma forma de provar se o espírito que se apresenta procede de Deus. Todo espírito que confessar que Jesus Cristo veio em carne procede da parte de Deus. Esta é uma verdade que o diabo não pode suportar. Por isso vemos por aí tantas afirmações de que Jesus era apenas alguém diferente. Essa não é a verdade. Jesus Cristo era Deus, se despojou de sua natureza divina, veio em carne, morreu por nós e ressuscitou ao terceiro dia. Esta agora a destra de Deus Pai todo poderoso. Ele nos deixou o Espírito Santo para nos consolar e ser nosso companheiro até o dia da sua segunda vinda.
Por isso não se deixem enganar.
Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação


“Lembrei-me do teu nome, ó SENHOR, de noite, e observei a tua lei.”(Salmos 119:55)

Amado (a), o nome do Senhor. Essa é a chave que abre portas, que dinamiza milagres, que cura, que santifica, que liberta. Essa primeira parte do versículo mostra que a simples lembrança do nome do Altíssimo é fonte de poder. Todavia, não deve ser apenas lembrado ou mencionado, por isso o salmista acrescenta “observei a sua lei”. Isso significa que temos autoridade no nome de Jesus, se, e apenas se observarmos as Suas palavras. Lembremos o episódio de Atos 19: 13- 16
“Ora, também alguns dos exorcistas judeus, ambulantes, tentavam invocar o nome de Jesus sobre os que tinham espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus a quem Paulo prega. E os que faziam isto eram sete filhos de Ceva, judeu, um dos principais sacerdotes. respondendo, porém, o espírito maligno, disse: A Jesus conheço, e sei quem é Paulo; mas vós, quem sois? Então o homem, no qual estava o espírito maligno, saltando sobre eles, apoderou-se de dois e prevaleceu contra eles, de modo que, nus e feridos, fugiram daquela casa.
Aquele que usa o nome do Senhor e não observa a sua Lei não é digno de pronunciar Seu nome. Dizer que é evangélico apenas para fazer parte de um grupo, por interesses pessoais ou conveniência própria é chamar para si as conseqüências desse ato. O diabo sabe quem é Jesus e treme ao ouvir Seu nome. Sabe quem é Paulo e quais foram suas atitudes em prol do evangelho. E sabe quem é você e quais são suas atitudes diante do mundo e da congregação. E você sabe quais são as conseqüências de usar o nome do Senhor?

Graça e Paz!

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé.



“Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar;” (I João 5:8)


Amado(a),
É necessário estar sempre atento, vigiando e percebendo o que está ao nosso derredor. O diabo, palavra que alguns não gostam muito de pronunciar e outros insistem em dizer que não existe, está todos os dias trabalhando incansavelmente para devorar a vida de quem permitir. Sua qualidade é perseverança. Ele não é mais poderoso que Deus, mas sabe mentir e ludibriar e basta estar longe de Deus ou ficar despercebido para cair em suas ardis armadilhas.
O som que ele emite é para dar medo, mas é falso. Não podemos nos deixar cair em armadilhas tão falsas. Jesus é o verdadeiro leão da tribo de Judá. Contra Ele nada pode prevalecer e se estivermos Nele, nada poderá nos destruir.
Fique atento, Deus quer fazer grandes coisas na sua vida.
Deus lhe abençoe!

Maná: Palavra Diária para Edificação



“Dá-me entendimento, e guardarei a tua lei, e observá-la-ei de todo o meu coração.”(Salmos 119:34)

Amado (a), o Salmo 119 é o mais longo capítulo da Bíblia, e por meio dele o salmista insiste na importância de se dedicar atenção à palavra de Deus revelada aos homens, para corrigir, instruir e edificar, não só para aprofundar a vida espiritual, mas também para preservar a espiritualidade. Por isso ele pede “Inclina o meu coração a Teus testemunhos e não à cobiça”. (Salmo 119:36)
Observe que ele pede entendimento, não apenas para ter mas para colocar em prática. Muitas são as pessoas que apenas querem acumular algo, colecionar objetos e valores, mas não usam o que têm para sua edificação ou do próximo. Muitos têm informações e conhecimentos, no entanto, não fazem nada de proveitoso com o que adquiriram, assim como aqueles que acumulam riquezas e estão sempre querendo mais deste tesouro e nunca se satisfazem com o que têm. E a experiência nos ensina que isso apenas traz depressão, angústia e cobiça. Mas se o mesmo empenho for usado para a vida espiritual temos um resultado diferente.
Aquele que acumula riquezas espirituais não quer apenas acumular. Quanto mais prova os tesouros da oração, da Escritura, da comunhão com o Senhor, mais requer do Senhor esse tipo de bênção, entretanto sabe que as riquezas da Bíblia não deprimem e não deformam o cristão, não os tornam avarentos. Quanto mais temos, mais queremos dividir com os que não têm. Quanto mais nos alimentamos da verdade bíblica, mais nos libertamos dos manjares humanos que nos intoxicam. A cobiça pela riqueza escraviza, mas o desejo pela Verdade liberta. Temos sempre uma escolha a fazer, por isso o salmista optou por guardar a Lei do Senhor e nela colocar seu coração. E você, qual é a sua opção? Onde está o seu tesouro? Que riqueza guarda em seu coração?
Graça e Paz!

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé



“Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti;” (Lucas 15:18)


Amado(a),
Deus tem falado conosco, tem dito as coisas que gosta e as que não gosta, tem mostrado por meio da sua palavra qual o caminho a ser seguido. Caminho de paz, de perdão, humildade, coragem, ousadia, evangelismo, comunhão, justiça, arrependimento e tantas outras coisas que devem ser avaliadas segundo a Sua palavra.
Grandes coisas fez o Senhor por nós, maiores ainda fará. Mas é necessário manter-nos na posição de vitorioso, manter-nos obediente as leis de nosso Pai. Não é fácil segui-Lo, exige de nós esforço e determinação, mas com a Sua ajuda tudo podemos.
Por isso levante-se no dia de hoje e vá ter com o Pai. Ore, avalie a sua vida, verifique como tem andado a sua língua, se você tem tido comunhão verdadeira com seus irmãos em Cristo ou se tem algo contra alguém, se tem sido testemunho vivo de nosso Senhor e tem caminhado em bons caminhos, se tem sido pacificador, íntegro, amando a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. Verifique tudo, o Espírito de Deus lhe dirá quais são os pontos a serem avaliados. Diga ao Pai e confesse seus erros. Deus está fazendo grandes mudanças em nossas vidas e necessita da verdade. Usufrua deste maravilhoso relacionamento com o Pai e seja vitorioso.
Deus lhe abençoe!


Maná: Palavra Diária para Edificação




“Abre tu os meus olhos, para que veja as maravilhas da tua lei.”(Salmos 119:18)
Amado (a), o salmista está pedindo ao Senhor para seus olhos sejam abertos para que compreenda a Sua palavra e assim possa desfrutar as maravilhas advindas desse entendimento. Também nós precisamos fazer isso. Nem sempre temos o discernimento necessário para compreender a mensagem e a lemos com os olhos da carne e não do espírito. O diabo usa essa cegueira e bloqueia a interpretação para que não leiamos com entendimento e apliquemos com sabedoria o que lemos ou ouvimos nas diversas formas de Deus nos ensinar pela Sua palavra.
Por isso o salmista pede que seus olhos sejam abertos. E nós também devemos pedir que Ele ajude a nossa compreensão. Necessitamos orar para que o Espírito Santo sonde os nossos corações para que, se houver algo não condizente à Verdade, abra os nossos “olhos” para ver as maravilhas de Cristo
Deus deseja que sejamos orientados e consolados pela Sua palavra e tenhamos a nossa fé firmada para não precisar nos envergonhar, por isso ensina em II Timóteo 2:15, “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.”

Graça e Paz!

domingo, 6 de setembro de 2009

Palavra Viva: O alimento diário da fé




“Assim tocaram as três companhias as buzinas, e quebraram os cântaros; e tinham nas suas mãos esquerdas as tochas acesas, e nas suas mãos direitas as buzinas, para tocarem, e clamaram: Espada do SENHOR, e de Gideão. E conservou-se cada um no seu lugar ao redor do arraial; então todo o exército pôs-se a correr e, gritando, fugiu. Tocando, pois, os trezentos as buzinas, o SENHOR tornou a espada de um contra o outro, e isto em todo o arraial, que fugiu para Zererá, até Bete-Sita, até aos limites de Abel-Meolá, acima de Tabate.” (Juízes 7:20-22)


Amado(a),

Os trezentos homens de Gideão, escolhidos por Deus foram para guerra. Em uma mão a tocha acesa e na outra as buzinas. Não se via nenhuma arma tradicional: espadas, lanças, escudos. Apenas cântaros, tochas acesas e buzinas. Além de poucos homens para guerrear, suas mãos estavam ocupadas com instrumentos que aos nossos olhos, para nada serviriam. Mas o Senhor era com eles. Não é necessário nada além de obediência, posicionamento, retirar de nossas vidas o que não faz parte da vontade de Deus, iluminar nossos caminhos com a luz de Deus e proclamar o poder de Deus em nossas vidas. Foi assim que Gideão e seus trezentos homens se tornaram arma poderosa nas mãos do Senhor e é assim que você será vitorioso em sua vida.
Erga sua voz para proclamar coisas boas, dar gloria e honra ao nosso Deus, mantenha a luz de Deus acesa em sua vida.
Glorifique ao Senhor!

Deus lhe abençoe!