Traduza este blog

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

E ouvi a toda a criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e que estão no mar, e a todas as coisas que neles há, dizer: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre. Apocalipse 5:13






Mesmo aqueles que não creem em Deus e não se colocam na posição de criatura e adoram o Criador sabem que um dia irão perecer e têm a certeza de que nada poderão fazer em relação a isso. Mas aqueles que reconhecem a soberania do Senhor sabem que não vale a pena deixar que as coisas deste mundo, as preocupações tomem conta de nossas vidas. Não vale a pena trocar uma eternidade de glória pelos prazeres fugazes deste mundo. A revelação que recebemos de Deus por meio do apóstolo João nos ensina a deixar que as coisas pequenas e insignificantes continuem pequenas. Aquele que crê no Senhor e concorda que a Palavra de Deus é viva e eficaz entende que foi criado para louvar a Deus. Um dia toda a criação estará diante do trono e glorificará o Criador, assim como a visão de Isaías 6:1-3

E clamavam uns aos outros, dizendo: Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória" [Isaias 6:1-3]





Igreja Cristã Manancial de Vida http://icmv.com.br/site/

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas. Apocalipse 4:11




Estamos vivendo tempos difíceis quando valores mundanos têm substituído os princípios divinos. Tempo em que mais do que nunca precisamos da mensagem reconfortante do Criador. A mensagem de Deus para esses últimos tempos chama a humanidade de volta para adorá-Lo e para reconhecer a Sua soberania destronando o deus deste século. O apóstolo João declara que Deus é digno de receber toda honra e toda glória porque por Sua vontade todas as coisas foram criadas. Mas vivemos tempos em que a criatura se ensoberbece e se coloca na condição de criar deuses e de se declarar autônomo para negar a existência de um Deus soberano. A criatura rejeita o Criador. Quando consideramos a majestade de Deus concordamos com as palavras do salmista


Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. Salmos 19:1