Traduza este blog

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Exortamo-vos também irmãos, a que admoesteis os insubmissos, consoleis os desanimados, ampareis os fracos e sejais longânimos para com todos. I Tessalonicenses 5:14



Em uma sociedade composta cada vez mais de pessoas que estão se enclausurando em suas próprias preocupações e cujas orações são voltadas apenas para si mesmas, a palavra do apóstolo Paulo é bastante atual em uma Igreja que reúne pessoas carentes de apoio e de solidariedade. Quando Paulo exorta os tessalonicenses a admoestar a cada um segundo a sua necessidade espiritual ele nos ensina a agir como Jesus e a enxergar a necessidade especial de cada irmão. Mesmo aquelas que parecem não necessitar de nada possivelmente precisam de algo. A Bíblia nos mostra que até mesmo Jesus teve momentos de tristeza, de angústia ou de solidão. Todos de alguma forma temos necessidades espirituais e afetivas que precisam ser consideradas. As pessoas precisam ser admoestadas, porém com amor, cuidado e respeito. Quem ama o próximo como Cristo ensinou não é conivente com o seu erro, mas também não faz do erro do irmão motivo de crítica apenas. Precisamos exortar os fracos, estimulando-os a superarem suas limitações. Um cristão autêntico, que se aproxima do caráter de Jesus enxerga as pessoas nas suas necessidades espirituais, admoesta o insubmisso com amor, consola o desanimado e sustenta o fraco. Essa é a verdadeira atitude cristã. Não se aborreça com seu irmão que o exorta para trilhar o bom caminho, porque esse é um dos conselhos do Senhor dado a nós em Hebreus 3:13:

Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado; (Hebreus 3:13) 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!