Traduza este blog

terça-feira, 20 de março de 2018

“Guardai-vos, que o vosso coração não se engane, e vos desvieis, e sirvais a outros deuses, e vos inclineis perante eles” Deuteronômio:11:16



Moisés nos ensina que devemos ter cuidado para que nosso coração não se encha daquilo que não agrada ao Senhor. Simbolicamente, esse órgão representa todo nosso ser. Como pensamos, assim somos. Nosso coração pode receber todo tipo de modelos, ideias e caminhos, mas cabe a cada um de nós escolher o que vai ser aceito no coração ou não. Temos que cuidar com muita atenção do que armazenamos em nosso coração e para isto é preciso filtrar, escolher, limitar o que entra nele entra, e, principalmente, escolher com sabedoria a quem entregamos o nosso coração. Lembremo-nos do que nos disse Jesus em Marcos 7:21 “Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios”. Em um coração que é guardado frutificarão coisas boas que abençoarão a vida de toda família. Coração cheio de sentimentos ruins, em que se deixa entrar o desrespeito, o ódio, a inveja certamente trará destruição não só a si, mas a todos que estão a sua volta. Por isso o Senhor nos exorta por meio do sábio Salomão:

 “Filho meu, não te esqueças da minha lei, e o teu coração guarde os meus mandamentos”. (Provérbios 3:1.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!