Traduza este blog

quinta-feira, 15 de março de 2018

“Guarda com toda a diligência o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida”. (Provérbios 4:23).




A Bíblia nos mostra que há uma relação entre o que nossa boca profere e aquilo que somos no íntimo. O sentido de coração dado pelo sábio Salomão equivale ao homem como ser integral: intelecto, emoção e vontade. Assim, guardar o coração é impor limites para que determinados sentimentos, pensamentos, princípios e desejos não o dominem. Portanto, o cristão deve observar alguns limites que comprometem a sua integridade para que seu coração não se corrompa. Quem não guarda seu coração passará limites que culminarão na sua própria destruição. Por essa razão Salomão exorta os jovens em Eclesiastes 11:9

”Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!