Traduza este blog

domingo, 2 de julho de 2017

E, se as primícias são santas, também a massa o é; se a raiz é santa, também os ramos o são. Romanos 11:16


O Dicionário Aurélio registra que primícias é: “Primeiros frutos; primeiras produções; primeiros efeitos; primeiros lucros; primeiros sentimentos; primeiros gozos; começos, prelúdios”. Nesse sentido, primícias à luz da Bíblia significa que a Deus pertencem os primeiros frutos. As Escrituras nos mostram a importância que Deus dá ao nosso ato de entregarmos a Ele as nossas primícias, ou a primeira parte de tudo o que fazemos ou temos. Deus não instituiu as ofertas porque precisa de algo que venha de nós, mas para provar o nosso coração numa das áreas em que demonstramos um grande apego. De igual modo Deus não precisa de nossos primeiros frutos. Ele é soberano e senhor de todas as coisas. Nós é que precisamos Dele em primeiro lugar em nossas vidas. E se entregamos a Deus nossos primeiros frutos, seja em dinheiro, tempo, pensamento... na verdade estamos dando-Lhe honra. Demonstramos o lugar especial que Ele ocupa em nossas vidas.

A Bíblia está repleta de histórias de pessoas que mantiveram Deus em primeiro lugar em suas vidas a despeito do preço a ser pago, como Abraão,  José, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego  e Daniel. Todos esses se recusaram a obedecer a vontade humana e deram honra a Deus. Estes  exemplos nos inspiram a seguir os mesmos passos e a atender a exortação de Salomão em Provérbios 3:9-10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!