Traduza este blog

domingo, 4 de junho de 2017

"Persegui os seguidores deste Caminho até a morte, prendendo tanto homens como mulheres e lançando-os na prisão, como o podem testemunhar o sumo sacerdote e todo o Conselho, de quem cheguei a obter cartas para seus irmãos em Damasco e fui até lá, a fim de trazer essas pessoas a Jerusalém como prisioneiras, para serem punidas." (Atos 22:4-5)



Lucas relata que quando Paulo estava sendo acusado ele pediu a palavra e contou aos que lhe ouviam como se deu a sua conversão. Sabendo com quem falava, explicou que fora instruído rigorosamente na Lei e por um tempo perseguia aqueles que viviam pela graça de Jesus. Ao fazer isso, mostrou que conhecia o viver pela Lei e a oportunidade de viver pela graça quando teve o encontro com o Senhor. Explicou aos legalistas que nada conseguimos quando insistimos em ser justificados pela Lei. Paulo também não deixou de reconhecer seus erros e seu testemunho, com isso, ganhou força entre os judeus e os gentios. Ao descrever a mudança que ocorreu em sua vida depois de enxergar a luz que o cegou temporariamente. Assim como Paulo, não podemos perder a oportunidade de testemunhar, pois há muitas pessoas que podem e espelhar em nossa experiência e terem a possibilidade de se converter. Muitas vezes o preconceito em relação à Palavra e à obra de Deus, o desespero e o desânimo fazem com que as pessoas pensem que não saída para a situação na qual se encontram. Mas o nosso testemunho pode estimular a pessoa a querer vivenciar isso também.

Os teus testemunhos tenho eu tomado por herança para sempre, pois são o gozo do meu coração. Salmos 119:111

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!