Traduza este blog

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim? Romanos 9:20


Paulo pondera sobre a atitude da criatura humana de contestar o Criador. A ideia de que o homem possui livre-arbítrio pleno e que pode escolher livremente os seus caminhos, segundo os desígnios do seu coração, é uma heresia muito antiga chamada universalismo que ensinava que todos no fim seriam salvos.  Ao negar a existência do inferno, os universalistas, vão contra as Escrituras. Essas doutrinas colocam a criatura no centro e autor de seu destino, enquanto a Bíblia mostra claramente que o homem é escravo do pecado (João 8:34-35. Ignoram que Deus é Soberano e que nada em todo o universo foge do Seu controle. Enquanto os humanistas exaltam a vontade humana e, de forma exacerbada, atualmente, pregam que a criatura é soberana para decidir sobre o que ser e quem ser, Paulo nos lembra que


"O coração do homem planeja o seu caminho, mas o SENHOR lhe dirige os passos." (Provérbios 16:9)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!