Traduza este blog

segunda-feira, 22 de maio de 2017

E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas; Mas que lhe é agradável aquele que, em qualquer nação, o teme e faz o que é justo. Atos 10:34-35



O Livro de Atos foi escrito para orientar a Igreja em sua missão que ainda está em curso. Sabemos que o Espírito Santo capacitou os apóstolos para propagar o testemunho de Cristo ao mundo gentio e o relato de Atos 10, com destaque para o texto em epígrafe, mostra-nos que o Senhor não faz acepção de pessoas e determina a quebra de paradigmas no episódio em que o anjo aparece a Cornélio, um centurião de Cesareia. A Bíblia conta que Cornélio era um oficial do exército romano temente a Deus que vivia uma vida de oração e boas obras aos necessitados. Cornélio teve uma experiência ímpar com Deus e ao receber a ordem logo encarregou dois de seus soldados para procurarem por Pedro. Simultaneamente, Pedro também teve uma visão quando subiu ao eirado para orar. Uma voz lhe dizia para ele se levantar, matar e comer um animal, todavia, por ser judeu, não estava disposto a violar a lei do Antigo Testamento quanto aos animais imundos. Contudo, a voz o orientava para que não considerasse impuro o que Deus tinha abençoado. Essas duas passagens nos fazem refletir sobre os propósitos de Deus na vida desses dois homens. De um lado um judeu que respeitava a tradição, de outro um gentio temente a Deus. Vemos que Deus estava chamando gentios cerimonialmente impuros para serem salvos e por essa razão a restrição alimentar não fazia mais sentido, uma vez que também era usada para distinguir judeus e gentios. Ao encontra-se com Cornélio, Pedro percebeu que a visão que teve ia além das restrições alimentares e entendeu que os judeus não deveriam mais considerar impuros os gentios, pois quebrado esse paradigma, daquele momento em diante,  judeus e gentios, teriam o mesmo valor diante de Deus. O Senhor Deus estava demolindo os preconceitos até então existentes no coração de Pedro  a fim de que dali em diante pusesse em prática o que profetizou Isaías 42:7

Para abrir os olhos dos cegos, para tirar da prisão os presos, e do cárcere os que jazem em trevas. Isaías 42:7


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!