Traduza este blog

domingo, 21 de maio de 2017

E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu. Atos 9:3



Esse versículo fala de um momento crucial para a vida da Igreja e, sobretudo, para a vida do apóstolo Paulo, quando ele, ainda chamado Saulo, recebeu do sumo sacerdote autorização para ir às sinagogas de Damasco e levar presos a Jerusalém homens e mulheres que estivessem falando sobre Jesus. Contudo, Deus tinha outros planos para a sua vida e para a Sua Igreja. Saulo vivia a vida da maneira como ele tinha sido criado, cumprindo a sua função de fariseu, culto, e profundamente devoto dos mandamentos do Senhor. Para ele, a religião cristã era uma seita, que deveria ser contida antes que pudesse causar problemas.  E assim,   zeloso desse trabalho ia para Damasco buscar cristãos para prendê-los, mas no caminho, foi surpreendido por um resplendor de luz do céu que o fez cair em terra depois de ouvir uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Depois disto, entendendo ser a voz de Deus, atendeu à exortação do Senhor e ainda sem conseguir enxergar dirigiu-se aos que antes perseguia e fez conforme Deus lhe mandou. A luz do Senhor refletida em Saulo cegou-lhe os olhos por um tempo, mas essa mesma luz ao ser refratada o conduziu a novos caminhos. E Saulo transformado em Paulo, de perseguidor da Igreja passou a seu grande precursor. Ir a Damasco foi necessário para que Saulo se transformasse em Paulo e passasse a fazer parte da edificação da Igreja de Cristo. Quando as escamas caíram dos olhos de Saulo ele conseguiu enxergar sob uma nova ótica e foi poderosamente usado por Deus para pregar a muitas nações. Assim como fez com Paulo, Deus faz com aquele que escolhe para fazer a Sua Obra. Ele abre os olhos e a mente para que a verdadeira conversão aconteça e nos faz Seus discípulos, assim como fez a Paulo

Para abrir os olhos dos cegos, para tirar da prisão os presos, e do cárcere os que jazem em trevas. Isaías 42:7


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!