Traduza este blog

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Ouvindo, pois, Marta que Jesus vinha, saiu-lhe ao encontro; Maria, porém, ficou assentada em casa. João 11:20




A passagem da morte e ressurreição de Lázaro nos mostra que as irmãs realmente acreditavam que Jesus poderia ajudar seu irmão. Elas tinham fé em Jesus e criam que se Ele estivesse presente Lázaro não morreria. Mas vemos que elas não tinham a dimensão do poder de Jesus, pois supunham que Ele teria evitado a morte, mas não tinham fé suficiente para crer em Seu poder de ressuscitá-lo. Isso nos faz refletir sobre a fragilidade de nossa fé, pois uma fé perfeita dificilmente é encontrada nas pessoas. Sempre é mais fácil afirmar a fé, quando estamos saudáveis, ou longe dos problemas, mas nossa fé é pesada quando enfrentamos luas e enfermidades. Até mesmo a fé mais forte é muito frágil e pode quebrar a qualquer momento durante as dificuldades. A história de Lázaro e suas irmãs nos mostra que confiar em Deus é acima de tudo um exercício de fé sobrenatural, sabendo que o tempo de Deus é o melhor tempo para tudo. E tudo o que nos acontece é feito apenas no momento certo, da maneira certa, quando confiamos em Jesus, que é   Senhor de tudo, até mesmo da morte. Portanto, Ele sabe o melhor momento para curar e para nos dar livramento. Precisamos entender que a morte física é certa, e que todos um dia irão morrer, contudo, aqueles que estão perdidos irão morrer duas vezes, a morte física e a separação eterna do Criador, pois assim como Jesus fez com que Lázaro, morto fisicamente há três dias, voltasse à vida e Ele mesmo ressuscitou, os que Nele creem também serão ressuscitados, pois Jesus é a ressurreição e a vida e tem poder absoluto sobre a carne e o mundo espiritual.

Os mansos verão isto, e se agradarão; o vosso coração viverá, pois que buscais a Deus. Salmos 69:32


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!