Traduza este blog

sexta-feira, 7 de abril de 2017

E, respondendo Jesus, disse: Não foram dez os limpos? E onde estão os nove? Lucas 17:17



Esse versículo é parte da passagem de Lucas que registra a cura dos dez leprosos, quando Jesus viajava da Galileia para Jerusalém. Nesse caminho, Jesus encontrou alguns homens isolados da sociedade e relegados ao esquecimento por parte das autoridades religiosas de Jerusalém. Quase ninguém passava pelo caminho que levava àquela aldeia de leprosos, pois, seriam considerados contaminados e impuros. Mas Jesus altera o seu trajeto para ir ao encontro daquelas pessoas abandonados à sua própria sorte. E Ele é visto de longe por um grupo de dez leprosos que, guardando o limite de distância imposto aos contaminados diante de pessoas sadias, levantam a voz e pedem misericórdia a Jesus que lança uma palavra profética de fé, de aqueles homens alcançariam a cura se acreditassem nas suas palavras. Contudo, o que Lucas destaca nessa passagem é que os dez leprosos foram curados ainda no caminho, e nove continuaram caminhando em direção à Jerusalém, mas apenas um leproso voltou para demonstrar a sua gratidão ao seu redentor. Dos dez curados, nove se preocuparam em cumprir a lei e apenas um julgou importante agradecer. A Bíblia nos mostra que dez foram curados, entretanto um foi salvo. E ele era samaritano. Não se deixou aprisionar pelas formalidades, mas compreendeu que Jesus era a própria a Lei em Pessoa. Entendeu que antes de cumprir com cerimoniais, deveria honrar Aquele que demonstrou tão grande compaixão por sua vida. Mais do que cumprir a Lei judaica ele cumpriu a Lei da gratidão e do amor. Ele sabia que a Lei nunca havia curado um leproso, mas a graça misericórdia de Jesus, sim. Ele sentiu na própria pele o que disse o profeta Oseias 6:6

"Porque eu quero a misericórdia, e não o sacrifício; e o conhecimento de Deus, mais do que os holocaustos." Oséias 6:6




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!