Traduza este blog

domingo, 12 de março de 2017

E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios. Marcos 16:9


Sabemos que nenhuma palavra, ato ou gesto de Jesus foi por acaso. Do mais simples gesto ao mais complexo discurso, as atitudes do Mestre têm um objetivo e um alvo. Os evangelhos narram que, depois de Jesus ter ressuscitado, Ele apareceu primeiro a Maria Madalena e outras mulheres. E isso não foi um mero acaso. Jesus poderia ter aparecido primeiro a Pedro, André, João ou a qualquer outro dos onze discípulos. Mas em vez disso, Ele escolheu dignificar as mulheres permitindo que elas fossem as portadoras dessa magnifica notícia. Apesar de à época os judeus se prendessem ao preconceito de que as mulheres não podiam servir como testemunhas legais, Jesus escolheu aparecer para as servas que mesmo em silêncio jamais deixaram de segui-Lo e de servi-Lo. E, certamente, para evitar a veneração exacerbada que hoje vemos, Jesus também não escolheu aparecer primeiro para Sua mãe, concedendo-lhe, naturalmente, mais um privilégio a alguém que já tinha obtido o maior de todos os privilégios: gerar o Filho de Deus. Vemos com isso que Jesus não deu destaque especial à Sua mãe, não a colocou acima dos outros discípulos, mas escolheu aparecer para uma mulher comum, antes pecadora, todavia, liberta porque O reconheceu como Salvador e se comprometeu a segui-Lo, sem deixar de fazer isso até o último momento. Ela demonstrou uma enorme gratidão por ter sido liberta espiritualmente dos sete demônios que a atormentavam e era uma das mulheres que ajudaram Jesus e seus discípulos na pregação do evangelho, seguindo-O desde a Galileia até o final do Seu ministério. Ao escolher aparecer para Maria Madalena e para as demais que a acompanharam, Jesus realçou a importância da participação da mulher no Seu ministério e demonstrou o reconhecimento que Ele tinha a elas, mesmo em uma sociedade de cultura machista. Jesus desmitificou esse conceito. Deu às mulheres o seu devido valor e respeito.

Farei menção de Raabe e de Babilônia àqueles que me conhecem; eis que da Filístia, e de Tiro, e da Etiópia, se dirá: Este homem nasceu ali. Salmos 87:4



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!