Traduza este blog

domingo, 12 de março de 2017

E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. Lucas 1:28



Lucas relata o momento em que o anjo disse a Maria que ela era a mais abençoada de todas as mulheres, anunciando que ela seria a mãe do Salvador. Dentre as mulheres da terra, Maria foi separada por Deus e escolhida para ser a mãe de Jesus. Assim como todo aquele que é chamado por Deus também é um escolhido, Maria recebeu uma missão, bendita entre as mulheres ela deve ser honrada como a mãe do nosso Salvador, mas não deve ser idolatrada, pois a forma mais elevada de adoração é reservada apenas a Deus. e Maria, apesar de reconhecida por Deus como uma serva digna e pura, era humana e não divina. Ela própria confessou ser uma pecadora e que necessitava de um Salvador, tal como qualquer outra pessoa. (Lucas 1:46). Por tão nobre missão, Maria era abençoada entre todas as mulheres, mas jamais pode estar no lugar de Deus. E não há diferença entre adorar e venerar. Aquele que se ajoelha diante de uma imagem usada para representar Maria, ou a coloca em um altar ou pedestal, comete idolatria, pois outra pessoa está ocupando um lugar que pertence única e exclusivamente a Deus. O anjo revelou que Maria foi agraciada por Deus e separada, portanto, é santa e como tal deve ser alvo de nosso respeito e amor, mas nunca de adoração ou veneração, pois isso a colocaria no lugar de Deus e fere o mandamento expresso por Deus por meio de Moisés

Não terás outros deuses diante de mim; Deuteronômio 5:7



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!