Traduza este blog

domingo, 19 de março de 2017

E Jesus lhe respondeu, dizendo: Está escrito que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra de Deus. Lucas 4:4



Essa passagem narrada pelo evangelista Lucas nos leva a refletir sobre onde inicia nossa vitória, quando nos faz ver que o principal campo de batalha do cristão na luta contra o diabo é a tentação. Jesus nos mostra que vencermos o inimigo, antes, precisamos superar as tentações. Ele próprio foi tentado, como somos a cada dia, mas obteve a vitória, e nos mostra como triunfar sobre satanás e seus demônios. Nessa passagem, vemos que satanás tentou Jesus, com a permissão de Deus, por isso foi levado ao deserto pelo Espírito, pois Deus queria que soubéssemos que Jesus era totalmente humano. E não foi por acaso que satanás usou situações que diziam respeito à humanidade de Jesus. Primeiro ele usa o fato de Jesus estar faminto, sendo um ser humano, mas sendo Deus tinha poder para transformar pedra em pão, por isso sugeriu que Ele tirasse vantagem de seu privilégio especial para prover sua necessidade humana imediata. Deus conduziu Jesus ao deserto para que Ele, na Sua humanidade, agisse como homem, todavia, sem pecar. E nesse caso se usasse a Sua condição divina e de forma independente usasse os recursos que ela lhe garantia estaria desobedecendo ao Pai. Quando Jesus responde usando as Escrituras, Ele não só vence os argumentos falaciosos do diabo, como nos dá o suporte para vencermos também nós as inevitáveis tentações. Jesus usou o conhecimento sobre a Palavra de Deus e o fato de saber que os israelitas aprenderam nos 40 anos no deserto a esperar e confiar no Senhor para conseguir alimento, em vez de tentar usar suas próprias estratégias para se sustentarem. Aprendemos que o diabo ataca as nossas fraquezas e tenta nos pegar nas nossas áreas mais vulneráveis no momento, assim como fez a Jesus. Mas o exemplo de Jesus humano, vencendo a tentação nos faz refletir que a necessidade não pode ser desculpa para o erro e nem nos isentam da responsabilidade de obedecer às leis de Deus.

Quem dera eles tivessem sempre no coração esta disposição para temer-me e para obedecer a todos os meus mandamentos. Assim tudo iria bem com eles e com seus descendentes para sempre!  Deuteronômio 5:29

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!