Traduza este blog

sábado, 4 de março de 2017

E, chamando os seus discípulos, disse-lhes: Em verdade vos digo que esta pobre viúva deitou mais do que todos os que deitaram na arca do tesouro; Marcos 12:43


Jesus declara sua admiração pela doação da viúva, deixando claro que não é o valor intrínseco da oferta e sim a disposição em ofertar que é levada em conta nesse momento. Ela depositou tudo o que possuía no cofre do templo, sendo à época uma representante das partes mais frágeis da sociedade israelita. A viúva em uma sociedade patriarcal era dependente do homem, que provia a casa e este quando falecia, se não houvesse outro homem na família para ampará-la ficava totalmente desprovida e perdia todos os “direitos”, assim como acontecia também com os órfãos e os estrangeiros. No entanto, aquela viúva demonstrou o seu amor pela causa de Jesus. Ela não deu o que sobrava e sim tudo o que tinha. Jesus ao afirmar que ela deu muito mais do que os outros nos mostra que não considera o valor material, mas sim a inteireza e a disposição em doar. Essa atitude de desprendimento é que estava em pauta, pois é muito mais importante para a Obra do que os valores materiais. Quando damos do que nos é essencial e não do que nos sobra demonstramos a importância que o Senhor tem em nossa vida. Essa foi a grande lição da viúva. Não importa o quanto ofertamos e sim com disposição ofertamos. Assim como aquela viúva, não precisamos temer a falta quando o Senhor é conosco. Atentemos para o que nos diz Salomão:
  
Ao que distribui mais se lhe acrescenta, e ao que retém mais do que é justo, é para a sua perda. Provérbios 11:24

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!