Traduza este blog

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Então Jesus lhes disse: Todos vós esta noite vos escandalizareis em mim; porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho se dispersarão. Mateus 26:31

Mateus registra as palavras de Jesus que se referem ao Antigo Testamento obre a visão profética de Zacarias 13:7 sobre a fuga dos discípulos. Jesus sabia qual era a Sua missão e tinha conhecimento das Escrituras para antecipar que Seus companheiros fugiriam para salvar a própria vida e O abandonariam no momento de sua mais profunda necessidade. Contudo, vemos a resignação e o amor de Jesus nessa passagem, pois Ele não os repreende nem os condena. Tampouco os desqualifica como servos ou discípulos. Jesus conhece o lado pior dos homens e não deixa de amar-nos por isso. Ele conhece profundamente a fraqueza humana e sabe que nossas limitações nos levam a erros. Mas é interessante refletirmos sobre como Jesus, conhecendo aqueles que O cercavam e conhecendo nossos corações não nos rejeita. Ele poderia ter se cercado de homens mais fortes e mais importantes segundo a visão humana, no entanto escolheu pessoas simples e falhas para edificar a Sua Igreja e continuar a missão de levar o Evangelho. Não foi por acaso que elegeu a Pedro como o precursor da Igreja. Jesus sabia que ele O amava sinceramente, mas que tinha a impetuosidade e a pretensão de achar que poderia por seus próprios meios dominar qualquer situação que surgisse. Conhecendo a profecia, Jesus sabia que as Suas ovelhas se dispersariam quando Ele fosse ferido e Pedro não era tão forte quanto pensava. Aprendemos com isso que só estaremos a salvo quando substituirmos a confiança em nós mesmos e nos rendermos humildemente a Cristo que conhece nossas falhas e nos aceita como somos para forjar em nós o caráter firme assegurando por Zacarias 13:9

E farei passar esta terceira parte pelo fogo, e a purificarei, como se purifica a prata, e a provarei, como se prova o ouro. Ela invocará o meu nome, e eu a ouvirei; direi: É meu povo; e ela dirá: O Senhor é o meu Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!