Traduza este blog

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

E, avistando uma figueira perto do caminho, dirigiu-se a ela, e não achou nela senão folhas. E disse-lhe: Nunca mais nasça fruto de ti! E a figueira secou imediatamente. Mateus 21:19


Jesus usa dessa passagem para fazer uma severa crítica à hipocrisia humana. Ele amaldiçoou a figueira para nos ensinar uma lição e não por raiva pelo fato de ela não lhes dar frutos quando estava com fome. Essa planta comum na Palestina é conhecida por apresentar primeiro os frutos e só depois as folhas. Portanto, se a figueira que Jesus encontrou tinha folhas, deveria, naturalmente, ter frutos sob elas. Se a figueira tinha folhas crescidas, mas não tinha fruto, mostrava uma aparência enganosa, parecia madura, mas não era. Assim são as pessoas que demonstram ser o que não são e não dão frutos, mas jactam-se de fazê-lo. A esse comportamento hipócrita Jesus condena e nos ensina, com essa analogia a sermos produtivos e agirmos com sinceridade sem falsa aparência. Por isso, para nos livrarmos do engano, devemos pedir sempre a Deus, como fez o salmista
Desvia de mim o caminho da falsidade, e concede-me piedosamente a tua lei. Salmos 119:29


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!