Traduza este blog

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Disseram-lhe eles: Senhor, que os nossos olhos sejam abertos. Mateus 20:33

O evangelista Mateus descreve o milagre da cura de dois cegos ao compreenderem que estavam diante Daquele que pode nos trazer de volta a visão. Quando Jesus lhes perguntou “Que quereis que vos faça?” eles não titubearam e pediram ao Senhor que seus olhos fossem abertos. Aqueles cegos já tinham ouvido falar de Jesus, dos milagres que Ele operava e sabiam que estavam diante do Filho de Deus. Ao perceberem a agitação em torno Dele, ainda que não pudessem vê-lo com os olhos físicos, podiam enxerga-lo como Aquele que teria misericórdia e poder para curá-los. Poderia ser a última chance e eles não hesitaram em gritar por misericórdia. Assim acontece ainda hoje, pois Jesus continua operando milagres para aqueles que conseguem perceber a Sua presença. Tal como os cegos, não podemos perder a oportunidade de clamarmos por Ele, certos de que nos ouvirá abrirá nossos olhos espirituais se Dele nos aproximarmos. Precisamos clamar a Ele para que nos tire a cegueira que nos impede de contemplar a Sua face e de enxergar os enganos do mundo. Precisamos que nossos olhos sejam abertos para discernirmos o certo e o errado, para não cairmos nos laços do inimigo e não nos encantarmos com as ilusões desse mundo, conforme nos disse o profeta Isaias 42:16.
E guiarei os cegos pelo caminho que nunca conheceram, fá-los-ei caminhar pelas veredas que não conheceram; tornarei as trevas em luz perante eles, e as coisas tortas farei direitas. Estas coisas lhes farei, e nunca os desampararei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!