Traduza este blog

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

E eis que, aproximando-se dele um jovem, disse-lhe: Bom Mestre, que bem farei para conseguir a vida eterna? Mateus 19:16



Ao lermos essa passagem, vemos que o jovem que inquiriu Jesus sabia que Ele ensinava o caminho correto para a entrada no reino de Deus e por isso revelou seu desejo de fazer parte do reino! Mas, infelizmente, como muitos ainda fazem, ele não soube aproveitar a oportunidade de ter ouvido do próprio Jesus qual era o caminho a seguir. Isso nos leva a refletir que não basta conhecer o caminho da Salvação é necessário entrar e seguir Nele e isso envolve fé e arrependimento. Em várias passagens, Jesus nos mostra que garantiu "perdão de pecados" a aqueles que demonstraram fé e, consequentemente, a salvação. Vemos que o jovem rico demonstrou ser um excelente religioso, mas não um verdadeiro cristão. Muitos, como ele, guardam os preceitos religiosos, na expectativa de agradarem a Deus, no entanto suas almas estão vazias de Deus! A Bíblia está cheia de exemplos de pessoas que conheciam O Caminho, mas faltava-lhes entrar Nele. É o caso do Eunuco e Felipe, descrito em Atos 8.26-37. Ele estava preocupado com sua vida espiritual e ia a Jerusalém adorar a Deus, mas sem um verdadeiro discernimento do que de fato era servir ao Deus Vivo. Temos o exemplo de Cornélio, de Cesareia, centurião piedoso e temente a Deus, que fazia muitas esmolas ao povo, e de contínuo orava a Deus. Todavia, mesmo tendo um procedimento religioso exemplar, isso não bastava para que ele desfrutasse da salvação de Deus. Ele precisou obedecer a instrução do anjo e ir ao encontro de Pedro, para que este lhe trouxesse a palavra da vida. Vemos que tanto o eunuco, como Cornélio eram pessoas de excelente conduta religiosa, porém sem a verdadeira vida em Deus. O jovem rico, apesar de guardar os mandamentos, era mais apegado aos bens materiais. Vemos que isso ainda é o grande empecilho para que as pessoas persistam no caminho da Salvação. Quem se envolve com os valores deste mundo e não estiver disposta a renunciá-los quando necessário, não será candidato ao reino de Deus. Lembremo-nos do que nos ensina Provérbios 11?28:

Aquele que confia nas suas riquezas cairá, mas os justos reverdecerão como a folhagem. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!