Traduza este blog

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Odeio, desprezo as vossas festas, e as vossas assembleias solenes não me exalarão bom cheiro. Amós 5:21


Em tempo de prosperidade, nada poderia ser mais improvável do que as sentenças proferidas por Deus e dadas a conhecer ao povo, por meio do profeta Amós. Mas a Bíblia nos mostra que a Palavra de Deus não é vã, nem se perde no tempo. Os profetas de todos os tempos vêm, em nome de Deus, para nos chamar à razão e nos fazer voltar ao alvo, tendo como bússola a Palavra do Senhor. Aqueles que insistem em não dar ouvidos, ou se arrogam o supremo conhecimento e sabedoria para ignorá-la, certamente colherão as consequências de suas atitudes, conforme temos visto ao longo da História, até mesmo fora das narrativas sagradas. A mensagem do profeta Amós ainda é atual, pois a nossa sociedade apresenta um quadro semelhante de idolatria e injustiça social. Assim como em Israel da época de Amós, a raiz do problema está na falsa religiosidade. Embora Israel mantivesse as formalidades rituais da lei e até excedesse nelas. E onde Deus não habita prevalece a violência e a injustiça. Deus deixa muito claro na voz do profeta que faz questão da justiça e da retidão e que condenará o povo infiel e desobediente que viola a aliança e não poupara aqueles que se tornam ricos e poderosos à custa dos outros. A apostasia religiosa, a decadência moral e social e a corrupção política de Israel não são diferentes dos dias atuais, por isso devemos prestar atenção ao que nos diz o profeta, lembrando-nos do que nos diz o apóstolo  Paulo

Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas; Romanos 3:21

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!