Traduza este blog

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Então me disse: Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras. Daniel 10:12


O profeta Daniel é muito conhecido principalmente por ter protagonizado episódios tremendos durante seu exílio na Babilônia, interpretou sonhos, foi perseguido por adversários poderosos, serviu a vários reis e foi um exemplo de fidelidade ao seu Deus. Mas pouco se fala na sua persistência em oração e intercessão. Ele orava três vezes por dia e jejuava, em intercessão a Deus por Seu povo. O texto em epígrafe mostra que Deus atendeu à oração de Daniel, embora a resposta tenha encontrado barreiras no mundo espiritual. O mesmo acontece com nossas orações. Nem sempre recebemos a resposta de imediato, ainda que Deus tenha nos atendido de pronto, pois o diabo manda um príncipe do inferno resistir ao anjo da resposta. O tempo em que o anjo fica preso corresponde ao tempo de Deus, mas nenhuma oração sincera deixa de ser respondida por Ele. Muitas vezes é o próprio diabo que tenta em vão impedir a bênção e outras vezes somos nós mesmos que abrimos brechas que se tornam empecilhos para recebermos nossa bênção. Mas o anjo deixou claro que veio por causa das palavras de Daniel. Isso nos faz refletir sobre a importância de falarmos com Deus, pois nossas palavras têm mais poder do que imaginamos. Ainda que pareça que a resposta esteja distante, devemos seguir o exemplo de Daniel e ficarmos firmes na confissão. Ao final, receberemos a vitória, se agirmos como Daniel e fizermos o que nos ensina o apóstolo Paulo em Colossenses 4:2



Perseverai em oração, velando nela com ação de graças; 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!