Traduza este blog

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Semearam trigo, e segaram espinhos; cansaram-se, mas de nada se aproveitaram; envergonhados sereis das vossas colheitas, e por causa do ardor da ira do Senhor. Jeremias 12:13


O profeta Jeremias nos faz questionar sobre qual o tipo de semente que temos espalhado neste mundo e sobre qual tem sido o nosso cuidado na escolha destas sementes. As nossas sementes no mundo natural também se referem à semeadura espiritual, como nos ensina Jesus “E dizia: O reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente a terra” (Marcos 4:26); “... o reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu campo” (Mateus 13:24). Sabemos que tudo o que semearmos haveremos que colher indiscutivelmente. Por essa razão a semente deve ser bem escolhida, ou semeamos semente boa ou ruim. Mas não sabemos quando vamos colher, ou qual colheremos primeiro, mas o certo é que colheremos. Muitos plantam a má semente que por vezes irá ter a mesma aparência daquela boa semente plantada. Mas a colheita irá revelar os resultados. Então, se plantarmos o mal em qualquer área de nossa vida é isso que iremos colher, conforme nos lembra o apóstolo Paulo.


 “... tudo o que o homem semear, isso ele ceifará”. “Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna”. “E não nos cansemos de fazer bem, porque há seu tempo ceifaremos se não houvermos desfalecido”. “Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé” (Gálatas 6:7-10) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!