Traduza este blog

domingo, 18 de setembro de 2016

Quem anda em sinceridade, anda seguro; mas o que perverte os seus caminhos ficará conhecido. Provérbios 10:9


Salomão nos mostra pela sua própria vida que a sinceridade é a base da integridade e essas virtudes são a base de uma vida plena e de sucesso. Enquanto ele se orientou pela sabedoria que Deus lhe deu e obedeceu integralmente aos preceitos os quais reconhecia e defendia, sua vida espiritual e a qualidade do seu governo foram muito superiores. Contudo, quando deixou de lado esses valores e adotou princípios e costumes das mulheres com as quais se casou e quando passou a depender dessas associações sua integridade foi desconstituída e, consequentemente o seu processo de decadência se acelerou. Para nos mantermos íntegros temos que ter uma postura firme e que não aceita negociar as dimensões essenciais de caráter e os princípios que nos norteiam. É a integridade que nos dá segurança que impede o ataque de forças externas que provocam as rachaduras em nossas estruturas. Jesus nos exorta a sermos íntegros e nos ensina que servir a dois senhores é o caminho para a perda da identidade e da integridade. Não há como ser inteiro servindo ao mundo e a Deus. Não há como ser sincero com meias verdades. Não há como ter uma identidade pura misturando atitudes ambíguas e sentimentos. Por isso o Mestre nos deu claros testemunhos que nos inspiram a não misturar amor e ódio, certo e errado, sagrado e profano. Não podemos ouvir ao Espírito de Cristo aos domingos e passar o resto da semana mergulhados nas coisas do mundo.


Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. Mateus 6:24

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!