Traduza este blog

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Também ele será a minha salvação; porém o hipócrita não virá perante ele. Jó 13:16


Se examinarmos a história de Jó e lermos atentamente os Evangelhos confirmaremos que a justificação pela fé não é uma invenção moderna. Ela foi estabelecida desde o princípio e está clara no pensamento de Jó. O evangelho explicitado nas palavras de Jó é o evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo. A história de Jó nos mostra duas percepções diferentes sobre a salvação. Para os amigos de Jó, a exemplo da doutrina espírita, a salvação é alcançada pelas obras. Se alguém faz o que é certo, demonstra caridade e solidariedade alcança justiça pelas obras. Mas Jó crê em um Deus que ama o pecador e vem em seu socorro para salvá-lo e que mesmo diante da nossa miséria espiritual e da insuficiência de nossas obras podemos confiar em nossa salvação, porque ela é baseada na graça de Deus. Vemos a confirmação disso também na história de um apóstolo que experimentou o poder do evangelho sendo transformado de perseguidor da igreja (Saulo) em ministro de Jesus Cristo (Paulo), fazendo dele o modelo de todos os quais creem no evangelho. Vemos que Paulo, depois de cair literalmente do cavalo diante de Cristo, transformado em apóstolo dos gentios, rejeitou todo seu histórico religioso e justiça própria para ser encontrado em Cristo e comunicar a justiça de Deus pela fé. Por isso escreveu em Filipenses 3:9:


“E seja achado nele, não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!