Traduza este blog

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Quantas culpas e pecados tenho eu? Notifica-me a minha transgressão e o meu pecado. Jó 13:23


Vemos na história de Jó que o seu dilema era abrir mão da sua integridade ou acusar Deus de injustiça. Mas, mesmo acuado e instigado pelas críticas de seus amigos, ele reconhece que Deus é Justo e atribuiu as aflições a razões que ele desconhecia. Jó amaldiçoa tudo, menos a Deus, enquanto seus amigos tentaram confortá-lo aumentando a sua aflição. Eles acusaram Jó, falsamente, de esconder um terrível pecador, por isso recebia castigo divino merecido. Sendo fiel, Jó não podia mentir e admitir pecados que não havia cometido e apesar de discutir com os amigos e negar as suas acusações pesadas, ele não compreendia os motivos do seu sofrimento, mas depois de vários debates com seus amigos ele ouviu as palavras de Deus que relembrou Jó e seus amigos que ele é o Soberano e Onisciente, Criador e Sustentador do Universo. Muita coisa também não sabemos, pois há mistérios ainda não revelados, mas sabemos quem é Deus e que Nele podemos confiar e esperar, certos de que Ele dará a recompensa da vida eterna aos fiéis, porque é o reto juiz. Paulo disse: em 2 Timóteo 4:8:


“Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda” 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!