Traduza este blog

terça-feira, 19 de julho de 2016

E a tua vida mais clara se levantará do que o meio-dia; ainda que haja trevas, será como a manhã. Jó 11:17



A esperança é o que nos impulsiona a agir e nada nos envelhece mais rápido que a falta dela. De nada nos adianta fazer projetos se o nosso espírito estiver envelhecido pelas angústias, mágoas, ressentimentos e, principalmente, pela falta de esperança. Quando há esperança, não existe desespero, não existe frustração tristeza, angústia ou derrota. É a esperança que nos traz confiança e nos aproxima do Senhor. O livro de Jó nos fala de esperança mais do que em qualquer outro livro da Bíblia. É interessante observar que Jó era um homem arrasado por várias catástrofes. De repente, um homem próspero se depara com a morte dos filhos, com perda dos bens e da saúde. Vem-lhe a solidão e a dor, mas Jó fora consolado por sua esperança, uma expectativa que só poderia vir de sua fé em Deus. Ele tinha plena convicção de que apesar de tudo, a despeito dos dias de luto, e da incompreensão do sofrimento que lhe sobreveio, Deus poderia mudar sua sorte. Arrasado encontra forças para se manter na esperança da misericórdia Divina. A persistência de Jó tem lastro na esperança, apesar de seus amigos procurarem a causa do sofrimento de seu sofrimento, acusando-o de pecador, sua esperança falou mais alto. A exemplo de Jó, devemos depositar nossa confiança não nas coisas terrenas, mas no Senhor, pois quando temos Jesus no coração, temos confiança. Lembremo-nos sempre do que nos ensina o autor de Hebreus

Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu. Hebreus 10:23

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!