Traduza este blog

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Nós, pois, jejuamos, e pedimos isto ao nosso Deus, e moveu-se pelas nossas orações. Esdras 8:23



Havia muitos inimigos e perigos no caminho de Esdras quando ele  voltava para Jerusalém a fim de reconstruir a cidade. Mas Esdras confiando somente no Senhor apregoou um jejum de humilhação diante de Deus, para pedir que o povo e seus bens tivessem um caminho seguro. Assim, como frutos do jejum e da oração seu testemunho permaneceu inabalado. Vemos aqui a demonstração clara da grande dependência que o povo de Israel, naquele momento, tinha de Deus, e como se consagravam para que Deus verdadeiramente se manifestasse. Em tempos difíceis, os quais atravessamos atualmente, precisamos aprender com Esdras uma grande lição. Quando nos colocamos na dependência integral de Deus, confiamos irrestritamente e a Ele entregamos o nosso caminho. Quando duvidamos da ação de Deus nossa tendência é buscar atalhos que nem sempre são seguros e confiamos muito mais nas forças humanas. Depender de Deus é muito mais do que simplesmente esperar. Essa confiança envolve consagração e humilhação, pois depender de Deus significa entregar o mais profundo do nosso ser para que Ele controle. Assim devemos entregar aquelas áreas as quais julgamos que somos donos, e deixarmos de agir pela nossa própria vontade. Nós também precisamos de um caminho seguro para nós, nossa família e nossos bens, apegando-nos no que nos diz o autor de Hebreu

Para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, tenhamos a firme consolação, nós, os que pomos o nosso refúgio em reter a esperança proposta; Hebreus 6:18. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!