Traduza este blog

sábado, 25 de junho de 2016

Agora, pois, ó nosso Deus, que diremos depois disto? Pois deixamos os teus mandamentos, Esdras 9:10


O Livro de Esdras é para o cristão, cuja vida tem sido marcada pelo pecado e rebelião, um estímulo à esperança e restauração. Se buscarmos a restauração do templo, Deus não vai nos virar as costas. O templo hoje somos nós e quando buscamos com arrependimento e espírito quebrantado certamente o Senhor será por nós.  Não importa quanto tempo ficamos afastados, Ele está pronto para nos perdoar e nos receber de volta. Assim como fez aos israelitas, Deus está disposto a nos ajudar a reconstruir nossas vidas, restaurando o nosso coração, o templo do Espírito Santo. Vemos que os propósitos de Esdras eram altos e santos. Em tudo ele foi movido por um profundo amor pela obra de Deus e pelas almas. Mas vemos que a base de seu trabalho foi a busca pela restauração e pelo reavivamento espiritual do povo, por isso não deixou de estimular o conhecimento da Lei para dar esperança e conforto ao povo com a vinda do Messias. Hoje, vemos que a iniquidade prevalece justamente por falta de conhecimento e de obediência às Escrituras, pois quando a Palavra de Deus é deixada de lado, Deus é ignorado e consequentemente o nosso templo fica alvo fácil do inimigo. Com o abandono da Bíblia, naturalmente vem o abandono da lei de Deus.  Aí surge brecha para que proliferem doutrinas e ensinamentos que afirmam que os homens estão livres da obediência a Deus, pois são senhores de seus corpos, mente e coração. Mas nós sabemos qual é o caminho para o cativeiro e o da verdadeira restauração.


“Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo” (Gálatas 1:10).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!