Traduza este blog

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

E quando venderdes alguma coisa ao vosso próximo, ou a comprardes da mão do vosso próximo, ninguém engane a seu irmão; Levítico 25:14



A Palavra de Deus deixa claro que enganar o próximo é abominável ao Senhor. E apesar de o mundo demonstrar que o esperto alcança o sucesso, diante de Deus essa atitude aponta para o fracasso. Por mais que pareça vitorioso, aquele que engana o irmão, que promete o que não pode cumprir, que compra ou pede empréstimo e não paga está fadado ao fracasso. Enganar é privar dolosamente alguém, é lesar, prejudicar, iludir com subterfúgios, induzir alguém ao erro. E quem se viu enganado certamente terá Deus por seu vingador. O cristão em hipótese alguma usa de estratégias para levar outra pessoa ao erro. O íntegro não faz negócio que seja bom para si e prejudique o próximo. Tampouco pega empréstimo com a intenção de não pagar. O apóstolo Paulo nos diz em 1 Tessalonicenses 4:6
                                      


 “Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o SENHOR é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos.” (1 Tessalonicenses 4:6)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!