Traduza este blog

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Salmos 1:1


O homem que não anda no conselho dos ímpios é feliz, alegre sem subterfúgios. E aquele que quer ser feliz não deve andar no conselho dos ímpios, não deve trilhar os seus caminhos, nem ir em sua conversa, pois o ímpio não tem bom conselho a dar, e seu destino é o abismo, a morte, e a pessoa que anda no caminho do pecado não será feliz, uma vez que desagrada a Deus, e vai contra  os Seus planos e Seus caminhos. A felicidade que o mundo oferece é passageira e fugaz. Mas a felicidade perene é dada pelo Deus todo poderoso. O cristão deve fazer a diferença no mundo, sem se contaminar por ele e deve ter orgulho de ser diferente dos incrédulos. Não importam as lutas, as tribulações, o cristão firme na palavra é sempre feliz e bem aventurado, porque não anda na roda dos escarnecedores. Vive o que prega, o que anuncia e não se envergonha de assim ser. Apesar de os ímpios julgarem que o cristão não pode fazer muitas coisas, ele é verdadeiramente livre porque pode escolher e escolhe não fazer. Diferentemente daquele que é escravo do vício, da concupiscência, da carne e do pecado.  Isso porque Jesus nos libertou e nós tomamos posse dessa liberdade. Podemos escolher servi-lo ou não, pois Ele nos dá liberdade até nisso. Mas precisamos nos lembrar sempre de que nós somos um projeto de Deus e não um mero acaso. Árvore plantada junto ao ribeiro, na plantação de Deus. Ele escolheu o lugar certo para nos  plantar e nos plantou junto a um ribeiro, dentro de um manancial, para sermos produtivos e não apenas decorativos. Para produzirmos com abundância. Portanto, Ele espera os nossos frutos e não  apenas aparência de cristão, pois
“Bendito o homem que confia no SENHOR, e cuja confiança é o SENHOR. Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto”, afirma o profeta Jeremias 17:7-8. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!