Traduza este blog

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Levantai-vos, vamos! Eis que o traidor se aproxima. Mateus 26: 46.


A Bíblia narra em Mateus 26 uma das passagens mais lindas do ministério de Jesus na terra. Logo após ter saído do cenáculo com os discípulos, Jesus sabia para onde ia, para onde se dirigia. Sabia que era chegada a sua hora: o tempo de se dar por nós. Porque Ele se deu. Ninguém tomou a Sua vida. Ele morreu na cruz do calvário em nosso lugar. Jesus sabia que naquela noite haveria de se cumprir a missão pela qual veio ao mundo, mas depois de sair de um momento de comunhão com os discípulos, Sua alma estava profundamente angustiada, por isso declarou aos discípulos que lhe acompanhava, Pedro, Tiago e João: “A minha alma está cheia de tristeza até a morte; ficai aqui, e velai comigo”. Ele pediu que orassem com Ele, pois precisava de apoio nessa hora difícil, então se afastou e começou a travar a maior batalha que já se ouviu falar no universo. O versículo em epígrafe é um alerta ainda hoje para os que somos discípulos de Jesus. A lição que ele nos traz é de ação e não de contemplação. Em geral, ao lermos essa passagem narrada por Mateus sobre a paixão de Jesus, focalizamos nosso olhar no final: a cruz. Contudo, precisamos ponderar sobre a importância do início no Getsemani. Jesus nos conclama ainda hoje a nos levantarmos, a não ficarmos inertes, a vigiarmos, porque o traidor está entre nós. E não é contra a carne e o sangue que temos que lutar, por isso devemos orar e assim como Jesus fazer a vontade do Pai.  
Olhai, vigiai e orai; porque não sabeis quando chegará o tempo. Marcos 13:33

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!