Traduza este blog

domingo, 14 de junho de 2015

“Não acordeis, nem desperteis o amor, até que este o queira.” (Cantares 2.7)


O amor verdadeiro não somente espera, mas é exclusivamente reservado para a pessoa que Deus escolheu para nós. Os solteiros precisam entender isso para não fazerem escolhas precipitadas e para se decepcionarem. Essa é a grande mensagem do sábio rei. O amor não pode ser banalizado, explorado como a mídia e sociedade tem feito. Amor não é simplesmente sexo e casamento não é acasalamento. Por isso é preciso identificar e distinguir "paixão" superficial e amor genuíno. Deus criou e abençoou o amor, e dedicou um livro inteiro da Bíblia sobre esse assunto. No  livro de Cantares, Salomão nos ensina que Deus reserva os maiores prazeres românticos para aqueles que saibam esperar o tempo Dele, sabendo que o amor perfeito é caracterizado por esperança e exclusividade: esperar em Deus e dedicar o amor a quem o Senhor preparou, sem se entregar a paixões mundanas e promíscuas. Entretanto, a mídia e muitos setores da sociedade atual diz exatamente o contrário: o amor é precipitado, apressado, forçado. A sedução e a promiscuidade falam mais alto. Careta e ultrapassado é quem age como recomenda o rei. Mas a mensagem de Salomão, inspirada em Deus é simples e clara e é reforçada pelo apóstolo Paulo em 1 Coríntios 13, quando define o amor:
"É paciente... não arde em ciúmes... não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses... tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!