Traduza este blog

segunda-feira, 16 de março de 2015

O discípulo não é superior a seu mestre, mas todo o que for perfeito será como o seu mestre. Lucas 6:40



Precisamos uns dos outros para crescer, para nos firmarmos na fé e para isso é importante nos apoiarmos em quem tem experiência acerca da palavra e pode nos instruir, segundo a vontade de Deus, com o objetivo de crescermos na semelhança de Cristo com o propósito final de glorificar a Deus.  Aqueles que estão firmados na fé devem orientar e instruir os novos convertidos, ou acompanhar aqueles que estão se firmando.
Quando falamos em discipulado, estamos falando em um processo de transformação na vida de outros cristãos, fundamentada na vida de Cristo. Isso significa que devemos buscar esse processo que visa “moldar o caráter do homem segundo o caráter de Cristo” (Romanos 8.29). Jesus escolheu os doze apóstolos e foi pai espiritual desses homens. Por um período ensinou-lhes a palavra e agiu de modo a ser exemplo para eles. Assim, preparou-os para que pudessem realizar uma grande obra. Por isso afirmou: "Na verdade, na verdade vos digo, que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai". E em Mateus 28.19 Exortou-nos

"Portanto, ide, fazei discipulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!