Traduza este blog

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Eis que ele derruba, e ninguém há que edifique; prende um homem, e ninguém há que o solte. Jó 12:14



Vivemos em um tempo e que muitos estão se ocupando demasiadamente em ajuntar bens, em angariar riquezas e a formar uma rede de poder para que se sintam mais importantes. Muitas vezes a intenção inicial de buscar o enriquecimento ou a melhoria de vida motivada pelo interesse de ajudar os outros dá lugar à avareza, à soberba, à ganancia e ao gosto pelo poder desmedido que se sobrepõem aos valores morais e espirituais de forma tão avassaladora que transforma completamente o ser humano em uma coisa. A impressão que dá é que Deus foi destronado e que amor e misericórdia perderam o sentido no dicionário dessas pessoas que passam a se ocupar apenas de projetos que a projetem no mundo político, empresarial ou financeiro. Não é surpresa observamos que quem assim se comporta passa a se associar com aqueles a quem antes criticava, ou a apoiar os valores totalmente contraditórios ou incoerentes com os princípios bíblicos ou morais. O que essas pessoas esquecem é que Deus é imutável, e não transige, pois Seus valores são inegociáveis e não há poder terreno algum que se sobreponha ao Seu. Aparentemente, a pessoa sobe, constrói, ergue suas fortalezas e impérios pessoais, mas a Palavra de Deus é clara quando diz que ninguém pode extrapolar a Sua vontade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!