Traduza este blog

quarta-feira, 26 de março de 2014

"Quem pode discernir os próprios erros? Absolve-me dos que desconheço!” (Salmos 19:12)



O salmista pede a Deus perdão para os pecados que ele desconhece. Essa atitude mostra uma pessoa aberta a se consertar diante de Deus. Para crescermos espiritualmente, precisamos deixar fora de nossas vidas tudo aquilo que nos afasta de Deus. Por isso, todos os pecados que conhecemos devem ser confessados em oração, mas também devemos fazer como Davi e pedir ao Senhor que perdoe os pecados que cometemos sem conhecer. O pecado mantido em secreto também é um entrave para nos aproximarmos de Deus, porque, ainda que aparentemente inofensivo, mesmo mantido em silêncio, cria raízes que se alastram e nos afastam de Deus. Quando deixamos de confessar nossos pecados, por orgulho ou por negligência banalizamos as suas consequências e damos legalidade ao diabo para agir em nossas vidas. O conhecimento de quem é Deus e do que Ele pode fazer quando damos a Ele a liberdade para atuar em nossas vidas nos edifica e reforça em nós o desejo pela busca da santidade, por isso João 17:17 pede: “Santifica-os na verdade, e a tua palavra é a verdade”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!