Traduza este blog

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

“O homem irritável provoca a dissensão, mas quem é paciente acalma a discussão” (Provérbios 15.18)




A Bíblia nos ensina a agir com paciência e tolerância quando alguém age com irritabilidade. Se retribuirmos com a mesma atitude, além de não conseguirmos acalmar nosso interpelador, iremos desencadear em nós um sentimento ruim, contrário ao que Jesus pregou. Ele nos exortou a sermos e a fazermos diferença, quando afirmou em Mateus 5:41, ao nos ensinar a caminhar a segunda milha de forma espontânea. Os filhos de Deus devem fazer a diferença no mundo, ser sal, ser luz, não fazer apenas o que lhes é imposto, mas também exceder em tudo, fazendo o que deve ser feito para a honra de Deus.  Antes disso, o sábio já nos exortava a responder a uma confrontação irada com paciência porque sabia que é bem mais eficaz. Se ouvirmos em vez de contestar, podemos encontrar uma solução para o problema que está sendo expresso e buscarmos uma resolução de maneira calma e racional. Se agirmos de modo diferente,  cooremos o risco de fazer de  um pequeno aborrecimento uma grande guerra. Quando Deus nos coloca diante de pessoas difíceis e irritáveis, Ele está nos ensinando, está forjando em nós o caráter de Cristo, pois o melhor e mais eficiente meio de se adquirir paciência é  lidar com situações em que não se tem outra alternativa, se não ser paciente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!