Traduza este blog

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

“E, vendo Jesus que ele ficara muito triste, disse: Quão dificilmente entrarão no reino de Deus os que têm riquezas! Porque é mais fácil entrar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no Reino de Deus.” Lucas 18:24-25



Jesus  nos ensina que as riquezas são um obstáculo, à salvação e ao discipulado, quando as colocamos em primeiro lugar. Quando deixamos que elas sejam a nossa meta e não um meio que permita propagar o Evangelho, elas nos dão  um falso senso de segurança que nos impedem de depender de Deus, por isso nos enganam. Vemos que quase sempre os ricos vivem como quem não precisa de Deus e na sua luta para acumular e manter riquezas, os ricos sufocam sua vida espiritual. Quantas vezes vemos que pessoas que passam a vida acumulando riquezas, não encontram tempo para glorificar a Deus e o que é pior: nunca estão contentes com o que têm e caem na tentação da ganância ignorando os princípios mais básicos da fé. Com tristeza vemos que muitos exploram os pobres para acumularem cada vez mais. Jesus não é contra a riqueza, mas a forma como  a pessoa se comporta diante dela. Se amontoamos bens sem colocar Deus e o próximo acima do bem material, contrariamos os princípios bíblicos  e nos tornamos egoístas, pois não colocamos o Criador no centro. A Bíblia ensina que  as verdadeiras riquezas consistem na fé e no amor que se expressam na obediência a Deus e na relação altruísta com o próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!