Traduza este blog

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade. 1 João 2:4


Em termos estatísticos, grande parte da população mundial é identificada como cristã, pois quando questionados muitos respondem que creem em Deus. Entretanto, não se pode afirmar que os números identificam os cristãos genuínos. Eles apontam ou quantificam pessoas que acreditam em um deus, pois, segundo o que ensina o apóstolo João, quem não guarda, ou não pratica os mandamentos do Senhor não pode ser reconhecido como filho do verdadeiro Deus.  Crer que a Bíblia é a Palavra de Deus é fácil e muitos fazem isso, mas viver conforme a Palavra é só para os filhos legítimos. Muitos usam o nome de Deus em vão, ou apenas recorrem a Ele nos momentos de aflição, dizendo-se filhos, mas se não fazem a vontade de Deus não podem ser reconhecidos como tal. Se não temos a lei do Senhor gravada em nosso coração para cumpri-la de acordo com a Sua vontade não podemos nos declarar filhos, mas temos que admitir que somos apenas criatura de Deus, enquanto fazemos a vontade ou adoramos outros deuses. O salmista nos lembra nos Salmos 19:8 que “Os preceitos do Senhor são retos e alegram o coração; o mandamento do Senhor é puro, e ilumina os olhos”. Assim, quem vive segundo os preceitos do Senhor e dá testemunho de fé e conduta pode ser considerado verdadeiramente filho de Deus. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!