Traduza este blog

domingo, 29 de dezembro de 2013

"O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do Senhor." (Provérbios 16:1)


Sempre que o ano está por findar, temos o costume de fazer planos expressando o nosso desejo de alcançar algo no ano que está por começar ou de abandonar certos hábitos ou atitudes nesse novo ano. Todavia nem sempre conseguimos alcançar esses objetivos, muitas vezes porque não deixamos que eles saiam do plano das ideias, por falta de persistência e determinação ou porque  nem sempre consultamos a Deus antes, pedindo a direção do Espírito, deixando que Ele esteja no controle. Nosso coração é enganoso e nossa vontade não sincroniza o tempo de Deus. Assim, é muito difícil para nós entender a verdadeira e correta hora. Entender a perfeita vontade do Senhor. Acima de nossa vontade está a soberania de Deus, por isso, não conseguimos entender o que Ele quer para nossas vidas. Muitas vezes precisamos aceitar o contrário de nossas vontades. Nem sempre conseguimos colocar em prática o que o salmista nos ensina: "Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nEle e o mais Ele fará." (Salmos 37:5). Na maioria das vezes escolhemos confiar em pessoas. Confiamos na promessa de emprego, de promoção, de oportunidades... Confiamos em promessas de amor, de fidelidade, de lealdade... Confiamos que nos pagarão o devido, que estarão conosco no tempo difícil... Mas o certo é que entra ano e finda ano nem todos aprendem a lição: ao invés de confiarmos em pessoas, confiemos em Deus. Somente  Ele nos dá a certeza de que há uma esperança, de que há uma saída. Não temos a garantia de que não teremos problemas. Roupa branca, fita amarela ou vermelha não garantem um ano de paz, dinheiro na conta ou um amor sincero e duradouro.  Nosso coração faz planos e Deus estabelece outros, mas o certo é que, com Ele no controle não nos frustraremos ainda que os problemas venham. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!