Traduza este blog

sábado, 21 de dezembro de 2013

“Naquele dia levantarei o tabernáculo caído de Davi, repararei as suas brechas, e, levantando-o das suas ruínas restaurá-lo-ei como fora nos dias da antiguidade”. (Amós 9.11).

Conhecendo a Palavra de Deus, devemos observar que o Senhor orientou o seu povo a comemorar três momentos que, simbolicamente são atualizados para os dias em que vivemos.  Em Deuteronômio 16:16 lemos: "Três vezes no ano todo o homem entre ti aparecerá perante o Senhor teu Deus, no lugar que escolher, na festa dos pães ázimos, e na festa das semanas, e na festa dos tabernáculos; porém não aparecerá vazio perante o Senhor"; No versículo em epígrafe, o profeta Amós está antevendo a vinda do Messias. Mas sabemos que Ele já viveu na terra como homem, preparando o povo para a redenção. Hoje, ainda que seja didático conhecermos e ensinarmos aos nossos filhos a história de Jesus e mesmo que seja sempre bom lembrarmos de sua passagem na terra, do nascimento à morte, para cumprirmos o que   ensina a Bíblia não é necessário  comemorarmos o nascimento de Jesus à moda do mundo. Se observarmos e estudarmos atentamente a Palavra de Deus, veremos que não há nenhuma alusão bíblica ao Natal. A igreja do Senhor está vivendo a época profética da festa dos tabernáculos,  que significa a preparação do caminho do Senhor. Mas se Ele já veio, não há sentido em preparar o caminho para Ele nascer. O tempo agora é de nos prepararmos para a sua volta. O natal de Jesus não tem mais nenhum sentido profético, pois todas as profecias que apontavam para sua primeira vinda à terra já se cumpriram. O que a Igreja precisa fazer é voltar sua atenção para sua segunda vinda. E, imersos nas luzes de Natal, preocupados com os rituais do mundo, que mais se assemelham aos cultos pagãos, a humanidade tem desviado a sua atenção para o verdadeiro sentido dessa preparação. Lembrar o nascimento de Jesus e o motivo de sua vinda ao mundo é nossa obrigação diária, não deve ser reflexão de um período no final de ano. Hoje é tempo de nos perguntarmos: se, em vez de um Menino-Deus, deitado em uma manjedoura, nos visitar Jesus Glorificado com o pleno que lhe foi dado por Deus, depois de ter vencido a morte na cruz e de ter ressuscitado para  a nossa salvação, estaremos preparados para subir com Ele?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!