Traduza este blog

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Então Elias disse a todo o povo: Chegai-vos a mim. E todo o povo se chegou a ele; e restaurou o altar do Senhor, que estava quebrado. (1 Reis 18:30)


O profeta Elias recebeu de Deus a importante missão de restaurar o Seu altar que fora corrompido. Nos dias atuais, vemos que o altar do Senhor está em ruínas, corrompido, contaminado com toda a sorte de impurezas e, assim como no tempo de Elias, precisa ser restaurado,  espiritualmente falando, para que o fogo de Deus se manifeste no meio do povo. Elias era um homem como qualquer um de nós. A Bíblia registra que ele teve medo, sentiu solidão, fugiu, pediu para morrer, ficou deprimido. Mas o que fez de Elias um homem apto a restaurar o altar foi  o fato de que Elias obedecia e aprendeu a viver na presença de Deus. Deus trabalha em nós, antes de trabalhar através de nós e por nosso intermédio que Ele restaura o que se corrompe por nossas atitudes. Mas antes disso precisamos deixar que Deus nos restaure, que Ele nos depure. Quando o fogo de Deus queimar as nossas impurezas estaremos aptos a restaurar também o Altar do Senhor. A Igreja precisa de Elias que coloque pedras no altar e as pedras de base são a Oração e a Palavra de Deus que estruturam a vida espiritual de uma Igreja ou de qualquer cristão. A fé, a esperança e o amor (I Coríntios 13:13) são pedras essenciais para que o altar seja erguido e os frutos do Espírito, o amor a alegria, a paz, a longanimidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão e o domínio próprio (Gálatas 5: 22-23), são as pedras de acabamento para que o Altar da Igreja seja santo e restaurado para que o fogo do Espírito Santo se manifeste sobre o povo de Deus e para que não nos deixemos contaminar com aquilo que é dedicado a outros deuses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!