Traduza este blog

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Buscai antes o reino de Deus, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Lucas 12:31


 Em geral, ao final de um ano e  na proximidade de um novo, as pessoas costumam fazer planos e propostas de mudança  em um ou em vários aspectos de suas vidas. Os votos de  saúde, paz e prosperidade são manifestados e até já se transformaram em um clichê nesta época do ano. É natural que todos queiram receber bênçãos durante o ano e também é natural que as pessoas se proponham a deixar de lado o que julgaram ser ruim e a buscarem coisas melhores. Contudo, nem todos se lembram de uma condição essencial  para alcançarem as desejadas bênçãos: devemos buscar primeiro o reino de Deus e a sua Justiça e as demais coisas nos serão acrescentadas. Precisamos também nos lembrar de que não basta pedir, ou desejar. A lei da semeadura continua vigorando. Aquilo que plantarmos, certamente, colheremos. Precisamos entender que Deus não determina a nossa riqueza ou pobreza, mas apenas recompensa a nossa decisão e postura. São as nossas decisões que determinarão o que teremos ou o colheremos. Por isso o profeta Isaías 1:19  ensinou: “Se quiserdes, e me ouvirdes, comereis o bem desta terra”; Também precisamos ter claro que “ser rico” na perspectiva de Deus não significa apenas ter dinheiro, mas ser portador de um bem que não é apenas material.  Há pessoas ricas, sem dinheiro, como há pessoas paupérrimas tendo um grande poder aquisitivo. Mais importante do que sabermos o que fazer com o dinheiro é sabermos o que o dinheiro pode fazer conosco. Ter dinheiro e ser escravo dele é muito pior do que não ter. Nossas intenções e nossa conduta determinam as bênçãos em nossas vidas, por isso precisamos ter claro que Deus conhece nosso coração e que somos apenas mordomos daquilo que Ele nos concede.  Deus  sempre nos mostra o que fazer com o que Ele nos permite ter. Obedecer ou não à sua voz é o que fará a diferença em nossa vida. É o que faz com que a bênção não se torne maldição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!