Traduza este blog

sábado, 5 de outubro de 2013

Sabendo que, se o nosso coração nos condena, maior é Deus do que o nosso coração, e conhece todas as coisas. 1 João 3:20


A palavra de Deus nos mostra que não é o  Espírito Santo que nos condena quando  erramos, mas  o nosso espírito nos condena. Pois se Deus não nos condena,  “Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus?” “É Deus quem os justifica. Então, quem os condenará?” Romanos 8:34 a). Mesmo quando agimos fora da vontade de Deus, o Espírito Santo nos aponta um caminho para que voltemos ao alvo. Ele nos mostra a solução e nos ajuda. Aquilo que chamamos de consciência é, a voz do nosso espírito que nos aponta o erro e nos condena quando saímos da vontade de Deus. É  interessante  observar que nosso espírito sabe imediatamente quando fazemos algo errado, mas Deus nos dá a liberdade de reconhecer e voltar atrás. Às vezes agimos conforme a carne e sabemos disso e nesse momento precisamos pedir a Deus que nos perdoe, sem deixar que nosso erro se torne natural ao ponto de cauterizar nossa consciência. Quando mantemos nossa consciência sensível, deixamos que ela seja o nosso termômetro para não fugirmos da vontade de Deus. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!