Traduza este blog

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013



"Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos. Unges a minha cabeça com óleo; o meu cálice transborda” (Salmo 23:5).

Sabemos que há dois tipos de inimigos, os demoníacos e os humanos. Os primeiros representam o diabo e todos seus principados e potestades. E os outros são as pessoas que se tornaram ferramentas utilizadas por Satanás para nos fazerem infelizes, mas dentre esses podemos  também incluir a nós mesmos, quando agimos de forma insensata e chamamos sobre nossas vidas sérias consequências. Foram os inimigos humanos de Davi que o levaram a clamar: “Livra-me, ó Senhor, dos meus inimigos, pois em ti é que eu me refugio” (Salmo 143:9). Ninguém está livre de se deparar com adversários, mas a promessa do é que nos banqueteemos diante de nossos inimigos humanos e consequentemente do grande inimigo de nossas almas. A promessa de Deus é que nenhuma arma contra nós prosperará. O salmista viveu a experiência de fazer parte deste banquete e nós também podemos experimentar isso se depositarmos Nele a nossa confiança, se não nos arvorarmos a agir segundo nosso próprio entendimento. O  Pai já  preparou uma mesa para você  e quer lhe encher de Sua graça e compaixão, mas o seu cálice só poderá transbordar se estiver voltado para  Ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!