Traduza este blog

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012


Lembro-me dos dias antigos; considero todos os teus feitos; medito na obra das tuas mãos. Salmos 143:5-6

O salmista nos dá, neste versículo, um exemplo do que deveríamos fazer todos os dias, ou pelo menos em tempo de balanço, ao final de um ano que chega ao fim. Trazer à memória o que Deus tem feito por nós é o mínimo que podemos fazer para aprendermos a agradecer, em vez de continuar pedindo ou reclamando daquilo que não temos. Trazer à memória os feitos de Deus sobre nossas vidas nos faz compreender de onde viemos e qual é o nosso papel aqui. Deus tem um plano em nossa vida, mas nem sempre encontramos explicação plausível para o sofrimento que às vezes toma conta do nosso espírito. Isto acontece por conta do desprezo inconsciente que damos à Palavra de Deus. Quando nos afastamos do Senhor, ou não nos apoiamos em Sua Palavra, ficamos propensos a nos angustiar ao sinal do menor problema, pois aquilo que encontramos no mundo não tem a capacidade de assumir o lugar de Deus. Não há ninguém  por mais importante que seja para nós que  consiga suprir a falta do Senhor em nossa vida. Examinar o que Deus já fez em prol da humanidade, ou por nós individualmente reanima o nosso espírito e nos aproxima Dele. Lembrar as Suas operações produzem um avivamento em qualquer coração que O respeita como Senhor e O tem como Pai. Precisamos nos lembrar sempre de que Deus não mudou. E Suas promessas jamais falharão, e Suas obras registradas nas Escrituras poderão repetir-se em nossas vidas quando ns colocamos em comunhão com Ele. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!