Traduza este blog

segunda-feira, 29 de outubro de 2012



A esperança dos justos é alegria, mas a expectação dos perversos perecerá. Provérbios 10:28

 Justo é toda pessoa que pratica a justiça de Deus, que foi transformada pelo Espírito Santo, que se aparta dos maus caminhos e vive uma vida de santidade, em obediência ao Senhor. O justo não é um religioso, mas aquele que pratica a justiça e é justificado por Deus. É um membro do corpo de Cristo e não somente um membro de uma igreja. O perverso é um ímpio, aquele que pratica que transgride deliberadamente os ensinamentos e conselhos de Deus. Pode até se um religioso, mas tem um coração duro, orgulhoso, cheio de soberba e impiedade. É incapaz de perdoar e, ao contrário do justo anda segundo os conselhos do mundo. Muitas vezes vemos o ímpio prosperar e nos questionamos se nisto há justiça. Mas, se atentarmos para as palavras do sábio, veremos que a aparente prosperidade do ímpio é ilusória. Ele pode ter sucesso na vida financeira, ter status ou poder, mas seu coração é vazio e nele há uma incompletude que só o Senhor Jesus pode solucionar. Engana-se quem pensa ser próspero à custa de um vazio que nada preenche. Mas nosso Deus é Deus de justiça e Ele nunca desamparará os que Nele esperam. O justo é como “a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperar” (Salmos 1:3). A Bíblia nos ensina a não ter inveja da prosperidade do ímpio, porque seu caminho leva à morte. A vitória do ímpio é passageira, mas o justo vive pela fé e em paz, porque sabe que  receberá do Senhor bênçãos duradouras que não trazem dores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!