Traduza este blog

quarta-feira, 5 de setembro de 2012


"Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência;" (I Timóteo 4 : 2)

“Uma mentira muitas vezes repetida acaba virando uma verdade”. Esse dito popular  confirma o que Paulo disse em  Romanos 1 : 25. "Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém." Infelizmente, as pessoas estão permitindo que suas vidas sejam moldadas pelos padrões ditados pela mídia, que, via de regra, caminha diretamente contra os mandamentos de Deus e os ensinamentos de Jesus Cristo. Não ser diferente da grande massa, ou seguir os conceitos impostos socialmente têm levado a sociedade a se desviar dos caminhos do Senhor. Desde que a humanidade passou a defender a liberdade de expressão e criar as próprias normas, o que deveria ser uma liberdade voltada para o crescimento com igualdade e oportunidade para todos acabou se tornando um descaminho. A mentira é como uma bola de neve, quanto mais rola, mais cresce. Uma mentira leva à outra e enreda a quem se aproxima.  Do que parece algo simples e inofensivo extrai-se um gigante. Assim, uma frase dita apenas para agradar, para seduzir, pode levar a um compromisso do qual não se pode desvencilhar sem deixar marcas, ou consequências sérias. E isso pode ocorrer em todas as áreas de nossa vida. Falar  sem pensar, ou sem medir as consequências, pode até parecer algo inocente, mas aos poucos revela-se uma prisão. A mentira, que cauteriza a consciência, como afirma o apóstolo, é um caminho largo, às vezes atrativo, fantasioso, que leva à perdição. O antídoto para isso é Jesus de Nazaré: o caminho, a verdade e a vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!