Traduza este blog

sábado, 9 de junho de 2012

Porventura o Senhor olhará para a minha aflição, e me pagará com bem a maldição deste dia. (2 Samuel 16:12)

A Bíblia mostra que a maldição entrou na humanidade com a desobediência de Adão e Eva. Com isso o pecado entrou na vida do primeiro casal e estendeu-se à humanidade, e assim a sentença da maldição recaiu sobre a Terra. Jesus com Sua morte tirou a maldição e juízo sobre a humanidade e nos deixou livre para escolher entre o caminho do bem ou do mal. Renascidos em Cristo somos libertos da maldição inicial e ainda podemos escolher entre viver as bênçãos que Deus determinou ou aceitar as maldições que são lançadas sobre nós pelo inimigo. Mas, para isso, temos que nos manter Santos, pois como nova criatura devemos seguir o modelo de Cristo e assim vigiar para não darmos lugar à prostituição, à impureza, à paixão, à ira, à malicia pois estas são coisas do velho homem. As bênçãos provem do Espírito Santo de Deus e se confiamos no Senhor, assim como Davi, podemos afirmar que Ele trará bênçãos até mesmo das maldiçoes que foram lançadas sobre nós. Contudo, precisamos saber que nossa atitude diante disso é muito importante. Davi não aceitou a maldição, não se fez de vítima e não buscou justificativa nas brechas abertas. Antes, reconheceu a soberania e misericórdia de Deus. Não se deixou levar pelos comentários, nem pelos conselhos. Davi primeiramente reconheceu suas limitações e colocou, acima de qualquer comentário, a confiança na palavra de Deus. Pode ser que você, por conta de palavras de maldições proferidas, tenha dado espaço à maldição em sua vida, esquecendo-se das promessas de Deus. Davi muitas vezes passou por isso, mas não se apegou neste ponto, preferindo se concentrar nas promessas de Deus. Muitas vezes Davi viu Deus agir em sua vida transformando toda situação de maldição em bênçãos e certamente você também pode testemunhar isso. A Bíblia promete em Provérbios 26:2 que “a maldição sem causa não se cumpre”. Se você confia no Senhor, se não tem dado brechas para as maldições e se, como Davi, não se vinga dos inimigos, mas deixa Deus agir em sua defesa, certamente, toda maldição lançada será transformada em bênçãos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!