Traduza este blog

quinta-feira, 7 de junho de 2012


Pelo caminho de Sião perguntarão, para ali voltarão os seus rostos, dizendo: Vinde, e unamo-nos ao SENHOR, numa aliança eterna que nunca será esquecida. (Jeremias 50:5)
A palavra do profeta Jeremias é atual. É a você que ele convida neste momento a fazer uma aliança eterna com o Senhor. Uma aliança que jamais será esquecida, porque Ele é um Deus que cumpre as suas promessas e não mente aos que Nele esperam. Os homens podem ser volúveis e ignorar os votos e compromissos feitos, mas Deus é fiel e jamais nos desapontará. Se é o Senhor que propõe uma aliança, podemos confiar, porque, diferentemente dos homens, Ele não se compromete de forma leviana e não abandona os seus propósitos. Quantos são os que se comprometem, fazem votos precipitadamente sem pesarem a importância do compromisso, do valor da palavra dada. Como afirma o profeta, Deus não se esquece da aliança feita e não se agrada de quem age de forma diferente. Por isso, precisamos ter muito cuidado, antes de nos comprometermos com algo, ou com alguém. Somos livres para escolher, para agir, mas estaremos presos pelos nossos votos. Eis por que comprometer-se precipitadamente é mais do que uma atitude leviana, que aparentemente não traz consequência àqueles que ignoram a aliança ou o compromisso feito. É uma atitude que nos torna devedor, mesmo que banalizemos a palavra dada, seja num compromisso financeiro, emocional, social, ou profissional. Pensemos nisto antes de abrir nossas bocas para comprometermo-nos com o que não haveremos de cumprir. Deus não se esquece de Seus compromissos e nem dos nossos.











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!